Brinquedoteca

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 31 (7745 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 26 de março de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
RELATO DE EXPERIÊNCIA

A Brinquedoteca como possibilidade para desvelar o cotidiano da criança com câncer em tratamento ambulatorial*
THE TOY LIBRARY AS A POSSIBILITY TO UNVEIL THE DAILY LIFE OF CHILDREN WITH CANCER UNDER OUTPATIENT TREATMENT LA LUDOTECA COMO POSIBILIDAD PARA DESVELAR LA RUTINA DEL NIÑO CON CÁNCER EN TRATAMIENTO AMBULATORIO Luciana de Lione Melo1, Elizabeth Ranier Martins doValle2

RESUMO A proposta deste estudo é desvelar o sentido de Ser-criança com câncer em tratamento ambulatorial, utilizando a brinquedo-teca como possibilidade de favorecer a expressão, pela criança, de seu mundo cotidiano. Participaram sete crianças entre três e nove anos, com diagnóstico de algum tipo de câncer infantil. A fim de desvelar o sentido das vivências das crianças com câncer, foirealizada uma análise à luz da fenomenologia existencial de Martin Heidegger. A criançacom-câncer configurou-se como um ir e vir permeado ora pela autenticidade, quando a criança assumia sua doença e seu ser-paraa-morte, ora pela inautenticidade, quando se deixava levar pelo modo de ser da decadência dos familiares e da equipe de saúde. O brincar pôde favorecer um rico acesso às vivências da criançagravemente doente.

ABSTRACT The purpose of this study is to learn the meaning of being-a-child with cancer submitted to ambulatory treatment and using the toy library as a possibility to enable their expression about their world. Participants were seven children of ages 3 to 9 years, who had been diagnosed with some kind of childhood cancer. With the objective of learning about the meaning ofthese experiences to children with cancer, an analysis of these data was performed based on Martin Heidegger's existential phenomenology. The child-withcancer showed a movement that was permeated sometimes by authenticity, when the child assumed the disease and their being-toward-death and also by the lack of authenticity, when they were influenced by the decadence attitude of their relatives andhealth team members. Playing provided a rich contact with the existence of these severely ill children. KEY WORDS Neoplasms. Child. Play and playthings. Ambulatory care.

RESUMEN La propuesta de este estudio es develar el sentido del Ser-niño con cáncer en tratamiento ambulatorio, utilizando la ludoteca como posibilidad de favorecer la expresión, por parte del niño, de su mundo cotidiano.Participaron siete niños de entre tres y nueve años con diagnóstico de algún tipo de cáncer infantil. A los efectos de develar el sentido de las experiencias de los niños con cáncer, se realizó un análisis a la luz de la fenomenología existencial de Martin Heidegger. El niño-concáncer exhibió un movimiento de ida y vuelta, permeado algunas veces por la autenticidad, cuando el niño asumía su enfermedad ysu ser-para-la-muerte, y otras veces por la inauten-ticidad, cuando se dejaba llevar por el modo de ser de la decadencia de los familiares y del equipo de salud. El jugar puede favorecer un rico acceso a las experiencias del niño gravemente enfermo.

DESCRITORES Neoplasias. Criança. Jogos e brinquedos. Assistência ambulatorial.

DESCRIPTORES Neoplasmas. Niño. Juego e implementos de juego.Atención ambulatoria.

* Extraído da tese "Do vivendo para brincar ao brincando para viver: o desvelar da criança com câncer em tratamento ambulatorial na brinquedoteca", Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto da Universidade de São Paulo, 2003. 1 Enfermeira. Professora Doutora do Departamento de Enfermagem da Faculdade de Ciências Médicas da Universidade Estadual de Campinas. Campinas, SP, Brasil.lulione@fcm.unicamp.br 2 Psicóloga. Professora Livre-Docente do Departamento de Enfermagem Psiquiátrica e Ciências Humanas da Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto da Universidade de São Paulo. Ribeirão Preto, SP, Brasil. bethvale@eerp.usp.br
A brinquedoteca como possibilidade para desvelar o cotidiano Português / Inglês da criança com câncer em tratamento ambulatorial www.scielo.br/reeusp...
tracking img