Brinquedoteca

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 9 (2155 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 16 de maio de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
PROJETO BRILHAR: BRINQUEDOTECA, LITERATURA E ARTE NO AMBIENTE HOSPITALAR

Profa. Dra. Ercília Maria Angeli Teixeira de Paula – DEED/UEPG Profa. Ms. Elenice Parise Foltran – DEED/UEPG

Introdução: O brincar é uma atividade essencial para a saúde física, emocional e intelectual do ser humano. Brincar é coisa séria, porque na brincadeira há sinceridade, engajamento e doação. É brincando que sedesenvolve o reequilíbrio e a reciclagem das emoções vividas, da necessidade do conhecer e reinventar a realidade, desenvolvendo ao mesmo tempo a atenção, concentração e muitas outras habilidades. Quando a criança está brincando ela mergulha em um mondo de possibilidades. Neste espaço ela pode recriar e enfrentar situações por ela vividas no seu cotidiano. É por isso que todas as crianças precisamusufruir dos benefícios emocionais, intelectuais e culturais que as atividades lúdicas proporcionam. Quando uma criança sofre uma internação hospitalar o seu curso de desenvolvimento, a sua forma de ver o mundo tem continuidade, mas muitas vezes promovem uma série de alterações na rotina e na vida da criança e de sua família. Para assisti-la é necessária uma atuação que busque sempre diminuir osefeitos da doença e seu tratamento, porque os efeitos da doença e seu tratamento muitas vezes irão acometer a crianças de forma global. A criança internada pode apresentar perda de algumas funções em vários e diversos níveis do seu desenvolvimento, mas na maioria das vezes não perde a percepção do que está acontecendo a sua volta e quer participar ser ouvida e respeitada. É necessário uminvestimento na criança, que continua a desenvolver-se, continua gostando de suas atividades, ou seja, de brincar. Neste sentido, é essencial oferecer e encontrar alternativas de atividades nas quais ela possa vivenciar o universo lúdico e continuar participando no seu meio. Segundo Bowlby (1995) quando as crianças são hospitalizadas elas passam por três fases neste período. No princípio, se revoltam com ainternação pelos procedimentos invasivos. Posteriormente, entram em um estado de apatia no hospital. Com o processo de formação de vínculos com a equipe médica e paramédica, começam aos poucos substituir a reação de revolta e apatia por afetividade e aceitação a esses cuidados que estão sendo oferecidos.

Sendo assim, é essencial que as intervenções realizadas com a criança atuem no sentido deminimizar as seqüelas deste processo e destas fases. Na revisão de literatura, é possível encontrar nas produções de Benjamin (1984), Friedmann (1992), Lima (1995), Didonet (1997), Porto (1998) e Paula; Gil e Marcon (2002), diferentes concepções sobre a importância da brinquedoteca e do brincar para o desenvolvimento infantil. Entendendo o brincar como uma função básica da criança, que brincandoela explora, descobre, aprende e apreende o mundo a sua volta e que numa situação de internação hospitalar, toda a sua rotina é modificada, a brinquedoteca apresenta-se como uma alternativa rica para atender a essa demanda. Diante de tais questões e por iniciativa da comunidade do hospital Bom Jesus em Ponta Grossa, que procurou a Universidade Estadual de Ponta Grossa, UEPG/PR para formação deconvênio com professores e universitários para auxiliarem na implantação e

operacionalização da brinquedoteca, deu-se inicio o projeto Brilhar: Brinquedoteca, Literatura e Arte no Ambiente Hospitalar. A iniciativa foi pautada pela Lei n 11.104/2005, de autoria da Deputada Luiza Erundina, que prega que todas as unidades que ofereçam atendimento

pediátrico em regime de internação devem, porobrigatoriedade, instalar brinquedotecas nos hospitais. Este projeto foi implantado sob a coordenação da Prof.Dr. Ercilia Maria Angeli Teixeira de Paula do Departamento de Educação e sob a supervisão dos seguintes professores: Elenice Parise Foltran – DEED, Dierone César Foltran- DEINFO, Esméria de Lourdes Saveli – DEED e Jefferson Mainardes- DEED. Atualmente participam do projeto 20 acadêmicos dos...
tracking img