Brinquedoteca

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 9 (2108 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 7 de novembro de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
CONGREGAÇÃO DE SANTA DOROTÉIA DO BRASIL
FACULDADE FRASSINETTI DO RECIFE – FAFIRE
DEPARTAMENTO DE EDUCAÇÃO
CURSO DE PEDAGOGIA

Fabiano Fernando da Silva
Francisco de Assis

Expressão Corporal na Educação Básica

BRINQUEDOTECA

RECIFE
2008
FABIANO FERNANDO
FRANCISCO DE ASSIS

Expressão Corporal na Educação Básica

BRINQUEDOTECA



Trabalho solicitado pela professoraJaqueline, Expressão Corporal na Educação Básica, 4 período de pedagogia, turma B-noite.

RECIFE
2008

BRINQUEDOTECA

Era uma vez...

Um ônibus brinquedo. Um ônibus que voltou a ser “Omnibus” – para todos, todas as pessoas, toda a gente. Toda a gente que se permite sonhar.

Transformação

Ônibus Brinquedo Possibilidade
Cidade Vida Brinquedo
Recrear Sentido Dar vidanova
Significado Mitologia Desmistifica-lo
Técnica Utilizada Ir além

Brinquedos/mercadorias

Brinquedos/Álibis

A demonstração de uma sociedade que camufla e que estabelece para a criança que é preciso possuir para se obter a falsa felicidade.
O brincalhão nos tira o Álibi, para que fiquemos livres para sonhar. E ver que esse ônibus pode ser “Omnibus” e vivenciado de formadiferente com valores diferentes. E ver a concretização da possibilidade de construção de uma nova cidade, de uma nova sociedade. E isso é uma experiência “pedagógica” não de conformação, mas de construção do novo.

O que foi necessário?

A construção da imaginação utópica.
Fatores subjetivos x Fatores objetivos.
Oferecer lazer e recreação.

Estrutura

Socializar essa experiência.
Refletirsobre o lúdico.
Funcionamento

Articulação com as comunidades.

Apoio Político

Porto Alegre é referência em iniciativas públicas de lazer/recreação. Dois anos 1º lugar no ENEN, centenas de organizações sindicais, comunitárias e culturais que formam uma sociedade consciente dos deveres, conquistas e direitos da cidadania.

O lazer e a recreação não só como, mas com um objetivo maior.1926 – Frederico Guilherme Gael fez um levantamento da população em praça de educação física e esporte para recreação pública.

Criação do S.R.P. – Secretaria de Recreação Pública.
Transformação para S.E.R.L. – Secretaria de Esportes Recreação e Lazer.
FESC – Fundação de Educação Social e Comunitária.

Reflexões Sobre o Lúdico

“O nascimento e desenvolvimento do Universo são os jogos de umacriança que move suas peças num tabuleiro, o destino está numa criança que busca”.
Heráclito

O Ato de Brincar

 As experiências lúdicas de uma criança, desde bebê, vão lhe sofisticando as representações do universo social.
 Pelo brinquedo acontecem as adaptações, os acertos e erros, as soluções de problemas que vão torna-lo sujeito autônomo.
 Ao se observar uma criança brincando,verifica-se o quanto se concentra no que esta fazendo. Naquele momento, ela incorpora suas fantasias e reproduz cenas do seu cotidiano, que tanto pode ser violento, tenso e cheio de privações, quanto alegre, terno e prazeroso.

Através do faz de conta, a criança pode liberar sonhos ou medos, portanto em busca do seu lugar de permanência familiar e social pela construção do seu próprio ego.
Umacriança com possibilidades lúdicas variadas terá mais riqueza de criatividade, relacionamentos, capacidade crítica e de opinião. O contato, a exploração do meio ambiente, brinquedos, expressão musical, artes, dança, teatro e vivências corporais ampliam sua visão do mundo. Na medida que ele interage. Assim sendo, ela própria vai instituindo seus limites, desafios e criando novos brinquedos.

O lúdico éum estado de prazer, com razão própria de ser, contendo em si mesmo o seu objetivo. As crianças brincam por brincar, seu interesse vem de uma motivação interna de curiosidade e experimentação, podem se sujeitar as regras extremas, mas jamais vão brincar sem desejo.
Eminentemente educativo, no sentido em que constitui a força impulsora de nossa curiosidade a respeito do mundo e da vida,...
tracking img