Brincar e personalidade

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 250 (62400 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 14 de agosto de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
D.W.WINNICOTT

O Brincar & a Realidade
Coleção Psicologia Psicanalítica Direção de Titulo original: Plaving and Reality. Traduzido da primeira edição inglesa publicada . em 1971 por Tavistock Publications Ltd., 11 Ncw Fetter Lane, London EC 4. Copirraite (E) 1971 de D. W. Winnicott.

Editoração

Coordenador: PEDRO PAULO DE SENA MADUREIRA Tradução: JOSE OCTÁVIO DE AGUIAR ABREU e VANEDENOBRE Revisão: FRANCISCO DE ASSIS PEREIRA Capa: LEON ALGAMIS

1975

Direitos para a língua portuguesa adquiridos por IMAGO EDITORA LTDA., Av. N. Sra. de Copacabana 330, 109 andar, tel.: 255-2715, Rio de Janeiro, que se reserva a propriedade desta tradução.

Impresso no .Brasil Printed in Brazil

JAYME SALOMÃO

Membro-Associado da Sociedade Brasileira de Psicanálise do Rio de Janeiro.Membro da Associação Psiquiátrica do Rio de Janeiro. Membro da Sociedade de Psicoterapia Analítica de Grupo do Rio de Janeiro.

Rio de Janeiro IMAGO EDITORA LTDA.

Sumário
AGRADECIMENTOS...................................................................................... 5 INTRODUÇÃO............................................................................................... 6 OBJETOSTRANSICIONAIS E FENÔMENOS TRANSICIONAIS....................... 10 SONHAR, FANTASIAR E VIVER ................................................................... 48 O BRINCAR (Uma Exposição Teórica) ........................................................ 65 O BRINCAR (A Atividade Criativa e a Busca do Self).................................. 88 A CRIATIVIDADE E SUASORIGENS........................................................... 108 O USO DE UM OBJETO E RELACIONAMENTO ATRAVÉS DE IDENTIFICAÇÕES ................................................................. 139 A LOCALIZAÇÃO DA EXPERIÊNCIA CULTURAL ......................................... 152 O LUGAR EM QUE VIVEMOS.................................................................... 165 O PAPEL DE ESPELHO DA MÃE E-DA, FAMILIA NO DESENVOLVIMENTOINFANTIL .................................................................................................. 175 INTER-RELACIONAR-SE INDEPENDENTEMENTE DO IMPULSO INSTINTUAL E EM FUNÇÃO DE IDENTIFICAÇÕES CRUZADAS ......................................... 187 CONCEITOS CONTEMPORÂNEOS DE DESENVOLVIMENTO ADOLESCENTE E SUAS IMPLICAÇÕES PARA A EDUCAÇÃO SUPERIOR'............................... 219BIBLIOGRAFIA .......................................................................................... 239

AGRADECIMENTOS

Quero agradecer à Sra. Joyce Coles por sua ajuda na preparação do original. Devo muito também a Masud Khan por suas críticas construtivas de meus trabalhos e por estar sempre (assim me parece) disponível quando uma sugestão prática se faz necessária. Na dedicatória, jáexpressei minha gratidão a meus pacientes. Por sua permissão para reproduzir matérias que já apareceram impressas, meus agradecimentos aos Redatores-Chefes de Child Psychology and Psychiatry, de Fortim, do International Journal of PsychoAnalysis, de Pediatrics, da International Library of Psycho-Analysis; ao Dr. Peter Lomas e a Hogarth Press Ltd., Londres.

INTRODUÇÃO

Este livro constitui umdesenvolvimento de meu artigo 'Objetos Transicionais e Fenômenos Transicionais' (1951). Em primeiro lugar, desejo reenunciar a hipótese básica, ainda que isso acarrete uma repetição. Depois, quero apresentar desenvolvimentos posteriores, efetuados em meu próprio pensar e em minha avaliação do material clínico. Quando volto o olhar para a última década, fico cada vez mais impressionado pela maneira comoessa área de conceptualização tem sido negligenciada não só na conversação analítica que está sempre se efetuando entre os próprios analistas, mas também na literatura especializada. Essa área de desenvolvimento e experiência individuais parece ter sido desprezada, enquanto a atenção se focalizava na realidade psíquica, pessoal e interna, e sua relação com a realidade externa ou compartilhada. A...
tracking img