Brfa

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 9 (2103 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 4 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
<t Apostila Protozoários>
C.E.M.S.L
Biologia - 2º ano

<R+>
Protozoários
<R->

Nos esporozoários
geralmente há alternância
entre formas sexuadas e
assexuadas de reprodução.
Muitas espécies são capazes
de formar esporos
resistentes, que infestam o
hospedeiro. Os agentes
causadores da malária (gênero
Plasmodium) são exemplos de
protozoário com essetipo de
ciclo reprodutivo.

<R+>
Doenças causadas por
protozoários
<R->

<R+>
Amebíase ou disenteria
amebiana
<R->

A amebíase ou disenteria
amebiana é causada pelo
rizópode parasita *Entamoeba
histolytica* (entameba). A
pessoa adquire essa
parasitose ao ingerir cistos
de entameba presentes na água
ou em alimentos contaminados
com fezes depessoas doentes.
Um cisto é uma bolsa de
parede rígida que contém em
seu interior amebas jovens
capazes de infestar um novo
hospedeiro. No intestino, a
parede do cisto se rompe,
libertando as amebas, que
invadem glândulas da parede
intestinal, onde passam a
alimentar-se de sangue e de
células do hospedeiro. Esses
locais podem inflamar-se e
romper-se, liberando sangue,muco e milhares de amebas,
muitas já na forma de cistos.
Estes são eliminados com as
fezes e, se contaminarem água
e alimentos (como verduras,
por exemplo), poderão ser
transmitidos a outras pessoas.
Apenas uma em cada dez
pessoas infestadas por *E.
histolytica* apresenta
sintomas da doença. Estes são
geralmente brandos, como
diarréias e dor de estômago;
em casos maisgraves, ocorrem
diarréias sanguinolentas e a
pessoa pode tomar-se anêmica.
Atualmente há medicamentos
eficazes contra amebíase, que
devem ser utilizados após o
diagnóstico da parasitose por
meio de exame microscópico
das fezes do doente.

Imagem: Ciclo de vida da *E.
histolytica* - os alimentos
contaminados com o cisto da
ameba são ingeridos; no
intestino do hospedeiro, ocisto se rompe,
multiplicam-se e lesam os
vasos sanguíneos intestinais
ingerindo as hemáceas; seus
ovos são expelidos pelas
fezes que contaminam a água e
os alimentos

<R+>
Prevenção da amebíase
•Lavar as mãos com freqüência;
•Ferver a água a ser bebida;
•Não defecar ao ar livre;
•Lavar bem os alimentos;
•Evitar contaminação da água
dos poços.
<R->

Paraprevenir a disseminação
da amebíase são necessárias
atitudes por parte do poder
público e das próprias
pessoas. Entre as formas de
prevenção destaca-se a
construção de instalações
sanitárias adequadas, tais
como privadas, esgotos e
fossas sépticas, que impeçam
a contaminação da água e de
alimentos por fezes com
cistos de ameba. A água, caso
não seja tratada, deve serfervida antes de ser usada
para beber ou para lavar
alimentos consumidos crus.
Esses e outros cuidados
básicos, associados a uma
maior higiene pessoal,
previnem não só a amebíase
como inúmeras outras doenças
infecciosas.

<R+>
Leishmaniose
<R->

Leishmaniose é a denominação
genérica da infecção causada
por protozoários flagelados
denominados leishmanias. NoBrasil, estima-se que cerca
de 20 mil pessoas por ano
adquiram um dos tipos de
leishmaniose, visceral ou
tegumentar.
A leishmaniose visceral (ou
calazar) é causada pela
*Leishmania chagasi*, que ataca
o baço e o fígado. Os
sintomas da doença são febre
contínua, perda de apetite,
inchaço do fígado, lesões na
pele e anemia; em alguns
casos pode causar morte. Os
cãestambém são atacados por
esse protozoário. A
parasitose é transmitida pela
picada do mosquito *Lutzomya
longipalpis*, conhecido
popularmente como
mosquito-palha ou *maruim*. O
tratamento é feito com a
administração prolongada de
medicamentos à base de
antimônio (Sb) que, devido à
toxicidade, não devem ser
utilizados por mulheres
grávidas e pessoas com
problemas cardíacos....
tracking img