Breve estudo da antropologia

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 10 (2451 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 29 de março de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Mirela Berger – Breve Histórico da antropologia –Cronistas e viajantes

1

Breve histórico da antropologia - Cronistas e viajantes
Bibliografia básica: LAPLANTINE, François - “A pré história da antropologia:
a descoberta dos viajantes do século XVI e a dupla resposta ideológica dada
daquela época até nossos dias” (pg 37 a 54) e “O século XVIII: a invenção
do conceito de Homem” (pg 54 a62), in: Aprender Antropologia, Brasiliense,
São Paulo, 1991.
Bibliografia Complementar:
ROCHA, E. - O que é etnocentrismo, São Paulo, Brasiliense, 1994.
TODOROV, Tzvetan – A Conquista da América: a questão do outro, São
Paulo, Martins Fontes.

- Vimos na aula passada que a gênese da reflexão antropológica é
contemporânea á descoberta do Novo Mundo → Com as Grandes
Navegações, os espanhóisencontraram, além das terras, seus
habitantes.
- Como então lidar com a diferença? Como explicá-la? Tal questão
tinha que ser respondida
1º) Porque os homens necessitam de esquemas classificatórios
que ordenem o que ele não entende → esta necessidade é a base
da reflexão científica
2º) Por questões morais e religiosas → Teriam os povos
descobertos ALMA? Seriam passíveis de conversão aocatolicismo?
3º) Por questões de DOMÍNIO } expansionismo/colonialismo
europeus
- De modo geral, a diversidade das culturas aparece menos como
fato positivo e mais como aberração que necessita de justificação
(e isso, até hoje, apesar dos avanços da antropologia).
- A gente pode dizer que, no mínimo desde o século XIV até o
século XIX, a relação dos missionários, viajantes, colonizadores epesquisadores foi predominantemente de DOMÍNIO – massacre de
etnias inteiras.
- Domínio dos portugueses: - desejo de enriquecer
espanhóis - ser senhor no Novo Mundo (uma vez
que muitos na tinham poder na Europa)
- idéia de uma inferioridade do índio
1

Mirela Berger – Breve Histórico da antropologia –Cronistas e viajantes

2

- Haverá durante todo o período do século XIV até o séculoXVIII
um debate que se desdobrará nos seguintes eixos:
• Inferioridade X igualdade/superioridade do índio
• Natureza X Cultura
• Bom selvagem X Mau selvagem
• Bom colonizador X Mau colonizador
• Oposições
Igualdade/desigualdade
Identidade/diferença
- Juristas, missionários, viajantes, filósofos, entre outros, darão
diferentes articulações sobre estes termos e diferentes respostas
para oencontro com a diferença → não são ainda respostas
científicas, são muito mais ideológicas, mas ainda assim,
constituem o que a gente vai chamar de uma pré-história da
antropologia. (pré-história porque será só no século XIX que a
antropologia será considerada como uma ciência).
- Debates:
1) Debate entre Genis de Sepúlveda (filósofo e jurista) e Bartolomé
de Lãs Casas (Missionáriodomenicano e bispo de Chiapaz), na
segunda metade do século XIV (1550), Espanha, em Valledielid)
- Sepúlveda queria imprimir um tratado que mostrava as razões
pelas quais os espanhóis deveriam dominar os índios, mas a
impressão foi negada. Buscando um julgamento de recurso,
Sepúlveda provoca um encontro diante de um grupo de doutos,
juristas e teólogos, para mostrar seu ponto de vista. O FreiBartolomé se propõe, pela oratória, a debater em público o tema.
Só o discurso de Las Casas dura cinco dias. No final, os juízes
separam-se exaustos e não tomam nenhuma decisão, mas a
balança pende para Lãs Casas, pois Sepúlveda não consegue
publicar o documento.

2

Mirela Berger – Breve Histórico da antropologia –Cronistas e viajantes
Las Casas
Pg 38: “Àqueles que pretendem que os
índiossão bárbaros, respondemos que
estas pessoas tem aldeias, vilas, reis,
senhores, e uma ordem política que em
alguns reinos, é melhor do que a nossa
(...) Nós mesmos fomos piores”

3

Sepúlveda
Pg 39: “Tais nações são bárbaras e desumanas,
estranhas à vida civil e aos costumes pacíficos. E
será sempre justo e conforme o direito natural que
estas pessoas estejam submetidas ao império de...
tracking img