Brasil

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 2 (298 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 8 de outubro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
A opinião do Brasil sobre as bombas nucleares no IRÃ

O voto do Brasil no Conselho de Direitos Humanos da ONU hoje, aparentemente, é parte do esforço do governo dapresidente Dilma Rousseff de reverter a posição do País em relação ao Irã e dar início a um processo para convencer os EUA a apoiarem explicitamente a busca brasileira por umacadeira de membros permanente no Conselho de Segurança da ONU.
A posição contrária ao Irã seria o primeiro ato de rompimento com a política externa do ex-presidente LuizInácio Lula da Silva, duramente criticada pelos americanos e por entidades de direitos humanos.
A embaixadora do Brasil na ONU, Maria Nazareth Farani Azevedo, minimizava ovoto e se esforçava para convencer de que o voto não era contra o Irã nem uma admissão dos erros do governo Lula. "É um voto a favor do sistema, não é um voto que é contrao Irã", disse. Segundo ela, o voto é ainda "coerente" com as posições que o país tem defendido na ONU. "Estamos dizendo a todos os países da ONU que a abertura para osistema, receber visitas e dialogar é importante", apontou. Para ela, o governo Dilma insistirá que todos os países terão de ter um mesmo tratamento.
De acordo com uma fonte dealto escalão do Departamento de Estado americano ouvida pelo Estado – envolvida diretamente nas negociações sobre a resolução -, o Itamaraty chegou até a propor acoautoria da resolução. De acordo com a fonte, a proposta brasileira surpreendeu a Casa Branca, mas a resposta foi taxativa: “Não há acordo.”
Em Brasília, no entanto, o Itamaratydesmente oficialmente qualquer negociação que vincule a posição do Brasil sobre o Irã com os debates sobre a vaga de membro permanente no Conselho de Segurança da ONU.
tracking img