Brasil, um gigantesco atraso o subdesenvolvimento nacional no livro-reportagem-romance mr slang e o brasil, de monteiro lobato

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 61 (15129 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 30 de julho de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
UNIVERSIDADE FEDERAL DE RORAIMA CENTRO DE COMUNICAÇÃO E LETRAS DEPARTAMENTO DE COMUNICAÇÃO SOCIAL

ADRIANA FREITAS DE CARVALHO

BRASIL, UM GIGANTESCO ATRASO
O Subdesenvolvimento Nacional no Livro-reportagem-romance Mr Slang e o Brasil, de Monteiro Lobato

BOA VISTA 2007

ADRIANA FREITAS DE CARVALHO

BRASIL, UM GIGANTESCO ATRASO
O Subdesenvolvimento Nacional noLivro-reportagem-romance Mr Slang e o Brasil, de Monteiro Lobato

Monografia apresentada como pré-requisito para conclusão do Curso de Comunicação Social – habilitação em Jornalismo da Universidade Federal de Roraima. Orientador: Prof. MSc.Simão Faria Almeida

BOA VISTA 2007

ADRIANA FREITAS DE CARVALHO

BRASIL, UM GIGANTESCO ATRASO
O Subdesenvolvimento Nacional no Livro-reportagem-romance Mr Slang e o Brasil,de Monteiro Lobato

Monografia apresentada como pré-requisito para conclusão do Curso de Comunicação Social – habilitação em Jornalismo, da Universidade Federal de Roraima, defendida em 04 de dezembro de 2007 e avaliada pela seguinte banca examinadora:

____________________________________________________ Prof. MSc. Simão Farias Almeida Orientador____________________________________________________ Profª. Loide Gomes da Costa Membro

____________________________________________________ Profª. Maria das Mercês C. Alves Membro

Dedico esta monografia a todos os jornalistas escritores que, através de suas penas, lápis, canetas ou computadores, tornam a vida mais interessante através de seus livros-reportagem.

AGRADECIMENTOS
Ao meu orientador, Simão Farias Almeida, que meapresentou à obra “adulta” de Monteiro Lobato. Ao conhecimento que me passou e à dedicação e confiança que teve por mim.

Sempre acreditei que jornalismo e literatura são parte da mesma definição. Eric Nepomuceno O Jeca não é assim, está assim Monteiro Lobato

RESUMO

Monteiro Lobato foi um dos mais influentes escritores brasileiros do século XX. Popularmente conhecido pelas obras infantis,escreveu também “obras adultas” que possuem forte conotação política. Mesmo nos escritos ficcionais, o autor possui a intenção de debater os problemas nacionais. Lobato nunca deixou de escrever sobre os assuntos que afetavam a vida do país. Suas obras literárias estão repletas de conteúdo jornalístico. Mr. Slang e o Brasil (1927), analisado nesta monografia, enquadra-se no gênerolivro-reportagem-romance, no qual aprofundou temas e fatos de sua época. A pesquisa analisa como Monteiro Lobato usava a narrativa jornalístico-literária, através de personagens inventados, para discutir o atraso brasileiro nos campos social, econômico e político. A metodologia utilizada se concentra, em grande parte, na teoria de Adriano Duarte Rodrigues, sobre a delimitação, a natureza e as funções do discursomidiático, e na definição do gênero por Rildo Cosson e Simão Farias.

Palavras-chave: Jornalismo literário; Livro-reportagem-romance; Monteiro Lobato

ABSTRACT

Monteiro Lobato was one of most influentials brazilians writers of the twentieth century. Commonly known by children’s books, also wrote “adults books” who have strong political conotation. Even in writings of fiction, the author hasthe intention to discuss the nacional problems. Lobato never sopped writing about subjects that affected the life of the country. His literary works are full of journalistic content. Mr. Slang and the Brazil (1927), analyzed in this monograph, fits the genre “novel-report-book” in which deeper issues and facts of his time. The research examines how Monteiro Lobato used the literary-journalisticnarrative, through characters invented, to discuss the delay in the spheres social, economic and political in Brazil. The methodology focuses largely on the theory of Adriano Duarte Rodrigues, about the delimitation, nature and functions of the speech midiatic, and in the definition of genre by Rildo Cosson and Simão Farias.

Key-words: Literary Journalism; Reporting-book; Monteiro Lobato...
tracking img