Brasil, brasil

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 12 (2979 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 22 de setembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
O QUE FAZ O BRASIL, BRASIL?

Primeiro devemos começar com a distinção que o autor faz entre brasil, escrito com letra minúscula e representado por uma espécie de madeira explorada quase até sua extinção pelos nossos amáveis colonizadores, e Brasil, escrito como se deve ser, que designa um povo como identidade com valores e hábitos singulares.
O Brasil com b maiúsculo é muito maiscomplexo, dotado de fronteiras, cultura, povo, mistura de raças, comidas, idiomas, lar dos brasileiros e até de gente que não nasceu nessas terras, mas é também brasileiro. Enfim, é algo maior. É nação respeitada e conhecida internacionalmente. Mas será conhecida por nós mesmos, brasileiros que fazemos parte desse Brasil como um organismo vivo?
A visão de uma sociedade, a nossa precisamente,na maioria das vezes é conhecida e descrita pelas vozes mais “cultas” que observam apenas as manifestações oficiais e nobres da sociedade. Esquecem-se, portanto, da voz e da visão do povo e sua experiência em viver a brasilidade típica nas ruas, nas casas, nos escritórios e nas fábricas, nos churrascos com futebol, no jeitinho simpático de se burlar a lei, nas comidas típicas e nos remédiosnaturais (chazinhos da vovó) depois da comilança, ou seja, deixam de prestar atenção no elemento primordial na formação de uma sociedade: o seu povo.
Todos esses elementos relacionados, e muitos outros mais, formam algo que identificamos como “pátria”. Essa relação é importantíssima, visto que, o Brasil não divide, mistura tudo e todos. É essa qualidade, esse estilo miscigenado, a primeiracaracterística de um “jeito” que é exclusivamente brasileiro.
O autor nos ajuda a nos entender melhor como brasileiros pela simples comparação com outras sociedades e pela enumeração de atributos específicos de cada sociedade e de cada indivíduo.
“Sei, então, que sou brasileiro e não norte-americano, porque gosto de comer feijoada e não hambúrguer; porque sou menos receptivo a coisas deoutros países, sobretudo costumes e ideias; porque tenho um agudo sentido de ridículo para roupas, gestos e relações sociais; porque vivo no Rio de Janeiro e não em Nova York; porque falo português e não inglês; porque, ouvindo musica popular, sei distinguir imediatamente um frevo de um samba; porque futebol para mim é um jogo que se pratica com os pés e não com as mãos; porque vou à praia para vere conversar com os amigos, ver as mulheres e tomar sol, jamais para prativar um esporte; porque sei que no carnaval trago à tona minhas fantasias sociais e sexuais; porque sei que não existe jamais um “não” diante de situações formais e que todas admitem um “jeitinho” pela relação pessoal e pela amizade; porque entendo que ficar malandramente “em cima do muro” é algo honesto, necessário e práticono caso do meu sistema; porque acredito em santos católicos e também nos orixás africanos; porque sei que existe destino e, no entanto, tenho fé no estudo, na instrução e no futuro do Brasil; porque sou leal a meus amigos e nada posso negar a minha família; porque, finalmente, sei que tenho relações pessoais que não me deixar caminhar sozinho neste mundo, como fazem os meus amigos americanos, quesempre se veem e existem como indivíduos.” (DAMATTA, ROBERTO)
É claro que esses atributos abrasileirados só os são assim porque o indivíduo acima definido pelo autor é um brasileiro nato. Mas o que nos faz sermos brasileiros natos é a nossa disponibilidade de sermos assim. Isso prova que é a sociedade que nos dá a fórmula desses perfis nacionais mais ou menos exatos.
Sendo assim, hádois caminhos para se construir a identidade brasileira: com dados precisos e quantitativos – estatísticos, números, senso, dados educacionais e políticos – que quase sempre nos envergonham diante dos outros países melhores em números do que nós; e os dados imprecisos, sensíveis e qualitativos que vão nos permitir ver a nós mesmos através da nossa música popular, das comidas cheias de temperos...
tracking img