Brasil 1954 a 1990

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1208 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 4 de dezembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Brasil, fatos de 1954 a 1990























BRASIL 1954 A 1990


Juscelino Kubitschek (1956-1961)
• Implantou o plano de metas com 31 metas.
• Mantém o regime democrático e de estabilidade política, gerando um clima de confiança e de esperança no futuro entre os brasileiros.
• Implantou indústria automobilística.
• Em 1959 criou a SUDENEpara integrar o nordeste ao pais.
• A dívida externa brasileira aumentou 1,5 bilhões de dólares, chegando ao todo a 3,8 bilhões de dólares no final do governo JK.
• Criou Brasília, a construção da Nova Capital visava a integração de todas as regiões do Brasil,




Jânio Quadros (1961-1966)

• Continuou a política internacional que teve seu início no governo de Vargas e umaaprofundação no governo JK.
• Defendeu a política de autodeterminação dos povos, condenando as intervenções estrangeiras.
• Deu a Che Guevara uma alta condecoração, a Ordem do Cruzeiro do Sul, o que irritou seus aliados, sobretudo os da UDN.
• Criou as primeiras reservas indígenas, dentre elas o Parque Nacional do Xingu, e os primeiros parques ecológicos nacionais.
• Instalouuma avara política de gastos públicos, enxugando onde fosse possível a máquina governamental
• Enviou ao Congresso, a lei de limitação e regulamentação da remessa de lucros e royalties, e a pioneira proposta de lei de reforma agrária
• Finalmente, proibiu o biquíni na transmissão televisada dos concursos de miss, proibiu as rinhas de galo, o lança-perfume em bailes de carnaval eregulamentou o jogo carteado


Período Parlamentarista


• A expulsão dos janistas significou uma perda eleitoral significativa: de 9 deputados, o PSB viu sua bancada ser reduzida para 4 deputados em 1962.
• Perda compensada pela adesão de jovens intelectuais e sindicalistas que ajudaram na retomada do programa socialista.
• Recebeu adesões importantes vindas do sindicalismo rural.João Goulart (1961-1964)

• Criou a reforma das bases
• Reforma educacional: visava combater o analfabetismo com a multiplicação nacional das pioneiras experiências do Método Paulo Freire
• Reforma tributária: controle da remessa de lucros das empresas multinacionais para o exterior; o lucro deveria ser reinvestido no Brasil.
• Reforma eleitoral: extensão do direito devoto aos analfabetos e aos militares de baixa patente
• Reforma agrária: terras com mais de 600 hectares seriam desapropriadas e redistribuídas à população pelo governo.
.


Golpe de 64


• O presidente anunciou uma série de medidas, que estavam no embrião das reformas de base.
• Goulart anunciou que tinha assinado um decreto encampando as refinarias de petróleo privadase outro desapropriando terras às margens de ferrovias e rodovias federais
• Oposição acusava o presidente de desrespeito á ordem constitucional
• Em São Paulo, foi organizada a Marcha da Família com Deus pela Liberdade, cujo objetivo era mobilizar a opinião pública contra o governo de Jango



Ditadura militar no Brasil (1964-1985)


O regime militar no Brasil foi umgoverno iniciado em abril de 1964


Medo da implantação do conjunto de reformas, especialmente a reforma agrária


Durante o governo de João Goulart foi implantada a Lei de Remessas de Lucro, que diminuía as chances das empresas internacionais maquiarem seu lucro real e obrigava as mesmas a investir parte desse dinheiro no Brasil.


Dezoito milhões de eleitores brasileirossofreram das restrições impostas por seguidos Atos Institucionais que ignoravam e cancelavam a validade da Constituição Brasileira, criando um Estado de exceção, suspendendo a democracia.


Em 1966, a ditadura militar cassou diversos deputados da oposição e fechou o Congresso Nacional.


Em Novembro de 1965, foi mandado cumprir o Ato Complementar, que institucionalizou o sistema...
tracking img