Brack

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 11 (2591 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 22 de abril de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
[pic]























































































SUMÁRIO

1 INTRODUÇÃO 3

2 DESENVOLVIMENTO 4
2.1 TÍTULO NÍVEL 2 – SEÇÃO SECUNDÁRIA 4
2.1.1 Título Nível 3 – Seção Terciária 4
2.1.1.1 Título nível 4 – Seção quaternária 4
2.1.1.1.1 Título nível 5 – Seçãoquinária 4

4 CONCLUSÃO 7

REFERÊNCIAS 8

APÊNDICES 9
APÊNDICE A – Instrumento de pesquisa utilizado na coleta de dados 10

ANEXOS 11
ANEXO A – Título do anexo 12
INTRODUÇÃO

Esta etapa deve conter parágrafos que falem sobre a importância do tema escolhido, sua relevância e aplicabilidade.





DESENVOLVIMENTO

Desde os idos mais remotos da humanidade,mesmo nas sociedades mais primitivas ou mesmo entre os animais, a busca pelo alívio da dor e pela cura das doenças sempre foi tentada.

Entretanto, a história demonstra que a sociedade, ao adquirir algum grau de desenvolvimento, conhecendo melhor o organismo, suas enfermidades e tratamentos, trata de normatizar a formação dos médicos e disciplinar o exercício da Medicina (SOUZA,2001, p. 39).


1 TÍTULO NÍVEL 2 – SEÇÃO SECUNDÁRIA

Assim, é importante definir...

1 Título Nível 3 – Seção Terciária

Como...

1 Título nível 4 – Seção quaternária

Toda alínea deve ser precedida de texto explicativo, precedida de dois pontos:
a) alínea 1;
b) alínea 2:
- subalínea 1;- subalínea 2.
c) alínea 3.

1 Título nível 5 – Seção quinária

Parágrafo,...
Fonte: da pesquisa (2007)

É importante observar que, dentre as pessoas pesquisadas...

CONCLUSÃO

Responde-se aos objetivos sem, no entanto, justificá-los.REFERÊNCIAS

Referências
Alpert, J. E., Maddocks, A., Rosenbaum, J. F., & Fava, M.
(1994). Childhood psychopathology retrospectively assessed among
adults with early onset major depression. Journal of Affective
Disorders, 31, 165-171.
Alves, H., Kessler, F., & Ratto, L. R. C. (2004). Comorbidade:
uso de álcool e outros transtornos psiquiátricos. Revista Brasileira
de Psiquiatria, 26, 51-53.American Psychiatric Association (2002). Manual de
Diagnóstico e Estatística das Perturbações Mentais - DSM IV-TR
(4a ed. revisada) (C. Dornelles, Trad.). Porto Alegre: Artmed.
(Trabalho original publicado em 2000)
Amorin, P. (2000). Mini International Neuropsychiatric
Interview (MINI): validação de entrevista breve para diagnóstico
de transtornos mentais. Revista Brasileira de Psiquiatria, 2,106-115.
Araújo, R. B., Gimeno, L. I. D., Lopes, S. R., Douza, A. C. F., &
Capra, N. V. (2002). História familiar de alcoolismo em dependentes
químicos. Revista de Psiquiatria do Rio Grande do Sul, 24, 281-286.
Babu, D. K, Díaz, A., Samikkannu, T., Rao, K. V., Saived,
Z. M., Rodrigues, J. W., & Nair, M. P. (2009). Upregulation of
serotonin transporter by alcohol in human dendritic cells:Possible
implication in neuroimmune deregulation. Alcoholism: Clinical
and Experimental Research, 33, 1731-1738.
Bau, C. H. D. (2000). Estado atual e perspectivas da genética
e epidemiologia do alcoolismo. Ciência & Saúde Coletiva, 7,
183-190.
Bittencourt, S. A., Oliveira , M. S., & Souza, C. C. (2005).
Estudo de relações entre fobia social e uso do álcool. Revista
Brasileira de TerapiasCognitivas, 1, 135-146.
Bonifaz, R. G. V., & Nakano, A. M. S. (2004). A violência
intrafamiliar, o uso da droga no casal, desde a perspectiva da
mulher maltratada. Revista Latino-Americana de Enfermagem,
12, 433-438.
Brajević-Gizdić, I., Mulić, R., Pletikosa, M., & Kljajić,
Z. (2009). Self-perception of drug abusers and addicts and
investigators’ perception of etiological factors of...
tracking img