Bordieu

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 6 (1296 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 25 de novembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
ooRODRIGUES, Alberto Tosi. Sociologia da Educação. 4ª. Edição. Rio de Janeiro: DP&A, 2003. Capítulo 05 (p.p. 71 a 75)

Bourdieu e os Esquemas Reprodutores

O pensamento de Durkheim serviu de base e ofereceu os métodos fundamentais para a construção de uma sociologia da educação muito influente ao longo do século XX. Um dos mais importantes sociólogos a analisar a educação contemporâneasob a influência do modelo de Durkheim é o também francês Pierre Bourdieu.
Para levar a cabo a ambição de Durkheim de unificar as ciências humanas em torno da sociologia, Bourdieu introduziu uma síntese teórica entre o modelo durkheimiano e o estruturalismo.
O estruturalismo se conecta à sociologia de Durkheim na medida em que pretende desvendar justamente o peso das estruturas sociais por trásdas ações dos sujeitos. Na verdade, trata-se aqui de uma versão mais radical do modelo de Durkheim, que leva às últimas conseqüências o ponto de partida segundo o qual os indivíduos estão submetidos ao controle das estruturas da sociedade.
Para o estruturalismo em geral, e também o de Bourdieu na primeira fase de sua produção, publicada por volta da década de 1960, os sujeitos sociais sãovistos - para simplificar a questão, como uma espécie de marionetes das estruturas dominantes.
Para o sociólogo francês, a teoria durkheimiana e o estruturalismo permitem demonstrar como os indivíduos, em sua ação, apenas reproduzem as orientações determinadas pela estrutura social vigente.
Segundo ele, os agentes sociais, mesmo aqueles que pensam estar liberados das determinações sociais, são naverdade movidos por, digamos assim, forças ocultas, que os estimulam a agir, mesmo que não tenham consciência disso. São essas "condições objetivas" que o investigador deve desvendar, pois nelas é que residem as explicações. Os sujeitos da ação estão ausentes daquele nível da sociedade em que são objetivamente determinadas as suas ações. O sujeito de fato não existe. O que chamamos de ação, paraBourdieu, é na verdade o processo pelo qual as estruturas se reproduzem. O sujeito está simplesmente submetido aos desígnios da sociedade, faz o que suas estruturas determinam, não sabe disso e ainda é iludido pelos discursos dominantes, que o fazem pensar que sua ação é resultante de vontade própria.
Em 1964, Bourdieu publicou um livro, em colaboração com Jean-Claude Passeron, que pretendiacombater uma idéia muito comum na França da época, segundo a qual os estudantes e o meio estudantil seriam uma classe social à parte na sociedade. E seriam responsáveis, em razão de sua juventude e de sua disposição para a ação, pela liderança da transformação social.
Apenas quatro anos depois, no célebre mês de maio de 1968 em Paris, os estudantes de fato sairiam às ruas, culminando um processo demobilização que teria um alcance bem maior do que a capital francesa. Mas para Bourdieu, em seu livro, a explicação dos processos educacionais realmente importantes reside em outra parte. Nas estruturas, é claro. A ironia é que o livro serviu como combustível, por seu aspecto crítico às bases do sistema de ensino, para essas mesmas revoltas estudantis.
Neste livro, chamado Os herdeiros, os autoresatacam o discurso dominante segundo o qual a conquista de uma “escola para todos”, de caráter igualitário, tornaria possível a realização das potencialidades humanas. E o fazem colocando em evidência o que a instituição escolar dissimula por trás de sua aparente neutralidade, ou seja, justamente a reprodução das relações sociais e de poder vigentes. Encobertos sob as aparências de critériospuramente escolares, estão critérios sociais de triagem e de seleção dos indivíduos para ocupar determinados postos na vida.
Ao mesmo tempo em que expõem a face oculta do sistema de ensino, Bourdieu e Passeron negam qualquer possibilidade de romper com as estruturas de reprodução e afirmam que as teorias pedagógicas na verdade são uma cortina de fumaça que procura ocultar o poder reprodutor do...
tracking img