Bomba injetora diesel

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1123 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 8 de julho de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
Bomba Injetora Em Linha
As bombas injetoras em linha têm um eixo de comando que é acionado pelo comando de válvulas do motor ou por um sistema de transmissão tal que mantenha a injeção do combustível sincronizada com o movimento dos cilindros. Portando, nos motores Diesel de quatro tempos, o eixo da bomba injetora deve girar com a metade da rotação do girabrequim. As bombas injetorasem linha possuem elementos de bomba em numero igual ao numero de cilindros do motor. Cada elemento é constituído por um pistão e um cilindro. Os pistões são acionados pelo cames do eixo de comando da bomba, através do tucho de roletes.

Na parte superior do cilindro existe uma válvula de pressão cuja finalidade é manter pressurizada a linha da bomba ao bico injetor.
O débitode combustível em cada ciclo de injeção e em cada elemento da bomba é controlado pelo movimento rotativo do pistão que é acionado pela cremalheira que por sua vez é comandada pelo acelerador do veiculo. A cremalheira aciona a manga de regulagem que desloca a asa do pistão fazendo o pistão mover-se no sentido horário e anti-horário, além do movimento alternativo do pistão. O pistão possuiexternamente uma ranhura longitudinal e uma hélice (ranhura obliqua fresada). O cilindro do elemento bomba possui dois orifícios, um inclinado para promover a lubrificação do embolo, e o outro radial para alimentação e alivio do cilindro do elemento da bomba.

Detalhes dos elementos de bomba
Quando o pistão está no PMI o óleo que se encontra na câmara de aspiração, a 1 kgf/cm², entra nocilindro do elemento bomba. Quando o cames da bomba aciona o pistão e o topo dele fecha o orifício de alimentação, a pressão no interior do cilindro aumenta até vencer a força da mola da válvula de descarga no topo do elemento da bomba. O pistão continua o seu movimento ascendente aumentando a pressão do óleo até que seja suficiente para abrir o bico injetor. O fim do débito de óleo acontece quando aranhura da hélice do pistão coincide com o furo de alimentação.

Detalhes do débito de combustível
Ao girar o pistão no sentido horário ou anti-horário o débito de combustível é controlado, pois a ranhura helicoidal determina o fim do débito ao atingir o furo de alimentação. Quando a ranhura vertical do pistão coincide com o furo de alimentação, o débito de combustível é nulo, portantoo motor não funciona. A cremalheira de controle de débito é acionada pelo acelerador do veículo.

Bico Injetor

O Combustível chega ao bico injetor atuando na base da agulha. Quando a pressão do combustível for suficiente para vencer a força da mola, a agulha se levanta debitando o combustível na câmara de combustão. A pressão de abertura do bico pode ser aumentada ou reduzidaatuando-se no parafuso de regulagem sobre a mola. Na maioria dos motores fabricados até 2003 a pressão de injeção é regulada entre 150 e 250 kgf/cm². Quanto maior a pressão de injeção menor será o diâmetro médio das gotas injetadas.
Regulador de Rotação
A rotação de um motor de ignição por compressão costuma variar mesmo que se mantenha fixa a posição da alavanca de comando da bomba injetora. Com aposição da alavanca de comando em marcha lenta, por exemplo, a rotação do motor pode cair até que ele pare ou pode aumentar indefinidamente. Portanto, é necessário um regulador de rotação que mantenha o motor com rotação mais estável para qualquer posição da alavanca de comando. Existem reguladores de rotação que atuam em todos os regimes de funcionamento do motor e existem reguladores que atuam emmarcha lenta e em carga.
Para uso veicular é mais comum os reguladores que atuam em marcha lenta e em plena carga, pois, nas cargas intermediarias o próprio motorista faz o controle de rotação, ou velocidade, alterando a posição da alavanca de comando da bomba através do acelerador.
A Figura abaixo apresenta o regulador centrífugo RQ da Bosch. O regulador RQ é um regulador...
tracking img