Bolores e levedurasa

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1181 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 17 de outubro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
1. INTRODUÇÃO
Nesse relatótio, relateremos a aula pratíca sobre a contagem de bolores e leveduras, onde sera feito todo o processo de pesgem, diluições, e inoculações, para se obeter um crescimento microbiano de bolores e leveduras a partir da amostra dada, sendo o objetivo principal, fazer com que os alunos veja como se faz a contagem de bolores e leveduras, levando em conta que já sabem comose faz a análise do bolores e leveduras utilizando de técnicas já conhecidas pelos próprios.
2. REVISÃO BIBLIOGRÁFICA

2.1 CONTAGEM DE BOLORES E LEVEDURAS

O crescimento de bolores e leveduras é mais lento do que observado em bactéria nos alimentos de baixa acidez e alta atividade de água. Portanto dificilmente serão responsáveis pela deterioração desses alimentos. Em alimentos ácidos e debaixa atividade de água, no entanto, o crescimento de fungos é maior, provocando deterioração com grande prejuízo econômico em frutas frescas, vegetais e cereais. (Franco, 2003).

2.2 BOLORES

Os Bolores são fungos pluricelulares, que crescem sobre as mais diversas variadas substâncias, provocando-lhes a decomposição. Seus esporos estão sempre presentes em grande número no ar, em qualquerambiente, compondo, com outros tipos de partículas, a poeira.( Not1, 2012)
São formados por um conjunto de hifas denominados micélio. Este tem duas funções distintas: promover a fixação do bolor ao substrato e promover a reprodução, através da produção de esporos. O micélio dos bolores é responsável pelo aspecto característico das colônias. Estas podem ter aspecto cotonoso, secas, úmidas, compactas,aveludadas, gelatinosas, com colorações variadas, e são identificadas pela análise macroscópica. (FRANCO, 2002)
Os bolores menos exigentes que outros micro-organismos em relação a umidade, pH, temperatura e nutrientes, normalmente cresce em alimentos ricos em carboidratos e ácidos. Como são em grande maioria aeróbios eles crescem apenas na superfície do alimento em contato com o ar, a assimilação denutrientes é bastante acelerada.( Barbosa, 2012)

2.3 LEVEDURAS

As leveduras ou fungos leveduriformes são microrganismos unicelulares de forma mais ou menos esférica. Apesar de não ser conhecida nenhuma espécie de levedura responsável por casos de toxinfecção alimentar, a sua proliferação nos alimentos pode levar à sua degradação. São microrganismos utilizados desde a antiguidade no fabricode diversos produtos alimentares (pão, cerveja). (Epralima, 2012)
As leveduras transformam o açúcar em álcool através do processo de fermentação. Alguns gêneros de leveduras importantes para a Microbiologia de Alimentos são: Cândida (C. tropicalis), Cryptococcus, Saccharomyces (S. cerevisae), Schizosaccharomyces, Zigosaccharomyces, dentre outros.( Barbosa, 2012)
Podem ter semelhanças a hifasde bolores. Podem ser subdivididas em dois grupos: as leveduras verdadeiras, que possuem esporos (ascosporos) e leveduras falsas, que não produzem ascosporos ou qualquer outro tipo de esporo sexuado.( FRANCO, 2002)
As leveduras, por sua vez, requerem menos umidade que a maioria das bactérias e mais umidade que a maioria dos fungos. Para seu crescimento, a
temperatura ideal varia entre 25 °C e 30°C e o pH deve ser ácido. A melhor forma de multiplicação ocorre quando estão em aerobiose, mas nos tipos fermentadores é melhor na anaerobiose (FRANCO, 2002).
Como células simples, as leveduras crescem e se reproduzem mais rapidamente do que os bolores. Também são mais eficientes na realização de alterações químicas, por causa da sua maior relação área/volume. A maioria das leveduras, não viveno solo mas adaptou-se a ambientes com alto teor de açúcares, tal como néctar das flores e a superfície de frutas. As leveduras também diferem das algas, pois não efetuam a fotossíntese, e igualmente não são protozoários porque possuem uma parede celular rígida. São facilmente diferenciadas das bactérias em virtude das suas dimensões maiores e de suas propriedade morfológica.(UFSC, 2012).
3....
tracking img