Bola saltitona

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 8 (1951 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 2 de janeiro de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
A.L 2.2
Bola saltitona
A.L 2.2
Bola saltitona



Físico Química A
Professora Florbela da Silva Rouxinol
Elaborado por:
Carina Marques Rodrigues
Cláudia Alves
Cristiana Videira Ramos
Francisco Martins Fonseca

2010/2011



Físico Química A
Professora Florbela da Silva Rouxinol
Elaborado por:
Carina Marques Rodrigues
Cláudia Alves
Cristiana Videira Ramos
FranciscoMartins Fonseca

2010/2011




I. Índice

1. Índice pág. 2
2. Problema pág. 3
3. Fundamento teórico pág. 3
4. Material pág. 5
5. Procedimento pág. 5
6. Registo dos resultados pág. 6
7. Análise dos resultados pág. 7
8. Conclusão e crítica pág. 11
9. Bibliografia pág.13

II. Problema
Nestaactividade prática laboratorial desenvolvemos uma actividade no laboratório que responde à seguinte questão:
* Existirá alguma relação entre a altura de onde cai uma bola e a altura atingida no primeiro ressalto?

III. Breve Fundamento Teórico
Quando se deixa cair uma bola e ela tem uma certa elasticidade, ou seja, depois de deformada retorna à posição inicial, ressalta até atingir uma dadaaltura. A altura do ressalto nunca será igual à altura de onde esta foi deixada cair porque a bola perde energia ao embater no chão.
Essa “energia perdida” serve para aquecer as superfícies em contacto, o chão e a bola, aumentando a sua energia interna, fazendo com que a sua energia mecânica diminuía. A energia espalhou-se ou dissipou-se e é por isso que se fala em energia dissipada.
Bolas comdiferentes elasticidades alcançarão alturas diferentes. A bola com maior elasticidade atingirá uma maior altura. Um corpo tem comportamento elástico quando sofre uma deformação e depois consegue voltar a forma inicial. Quanto maior a elasticidade, maior a capacidade de voltar à forma inicial sendo este processo mais rápido, logo existe menor perda de energia mecânica.
No movimento de queda e deressalto da bola ocorrem transformações de energia que são:
* Queda: há conservação da energia mecânica, a energia potencial gravítica converte-se em energia cinética.
* Colisão: devido às deformações há um aumento de energia interna do sistema e sua vizinhança, logo a energia mecânica diminui.
* Ressalto: a energia cinética vai-se converter em energia potencial gravítica, portanto háconservação de energia.
Se desprezarmos a resistência do ar durante a queda e o ressalto da bola, existem várias forças que actuam sobre bola:
* No movimento de queda: força do peso;
* Durante a colisão do solo: força do peso e força de reacção normal;
* Durante o movimento do ressalto: força do peso.
Assim se desprezarmos a resistência do ar, haverá conservação de energia mecânica dabola durante o movimento da queda e durante o movimento do ressalto, pois a única força a actuar sobre a bola é a força do peso que é conservativa.
∆Em=0 →Emi=Emf

∆Em=0 →Emi=Emf

∆Em=wf.n.c

∆Em=wf.n.c

Durante a colisão do solo, a situação já é diferente, ou seja, já não haverá conservação de energia porque a força de reacção-normal não é conservativa.

Considerando que há conservaçãode energia mecânica da bola durante o movimento de queda e que a bola tem uma massa m, pode-se determinar o módulo da velocidade da bola (v1) após percorrer uma distância h até chegar ao solo e ainda se pode determinar a velocidade da bola (v2) com que a bola inicia o ressalto, supondo que atinge uma altura h’.

v1= 2gh

v1= 2gh

v2= 2gh'

v2= 2gh'

=
=
2gh'2gh
2gh'2gh
h'h
h'h
Comestas duas velocidades, pode-se determinar o quociente entre v2 e v1. Este quociente está relacionado com a maior ou menor elasticidade dos corpos que colidem. A este quociente chama-se coeficiente de restituição do par de materiais em colisão.
=
=
v2v1
v2v1



Em cada ressalto, parte da energia mecânica (ou da energia cinética) da bola é dissipada na colisão com o solo. Havendo...
tracking img