Bmw vermelha

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 6 (1399 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 21 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
[pic]


SISTEMA DE ENSINO PRESENCIAL CONECTADO
TRABALHO INTERDISCIPLINAR INDIVIDUAL

CURSO :
SERVIÇO SOCIAL 3°SEMESTRE 2013/01

ELESSANDRA NOGUEIRA MEDEIROS















TEMA:

BMW VERMELHA


















Contagem
2013


elessandra nogueira medeiros














TEMA:


BMWVERMELHA








Trabalho apresentado ao Curso de Graduação em Serviço Social da UNOPAR - Universidade Norte do Paraná, para a disciplina Ciência Polítical, Oficina de Formaçã-Questão Social, Fundamentos Históricos Teóricos e metodológicos do Serviço social III e Econômia Política.


Profs: Maria Angela Santini , Sergio deGoes Barboza, Paulo Aragão, Rodrigo Trigueiro.







Contagem

2013

Sumário







Introdução 4

Desenvolvimento 5

Considerações Finais 7Referencia 8









































Introdução





A sociedade brasileira de modo geral não regeita a infancia. Podemos dizer que rejeitados são os filhos dos pobres, ainda que a pobreza seja perceptível em diversos lugares e situações, das mães solteiras que umaumento significativo, dos presos com um crescimento anual de deifice de vagas prisional, dos que nascem com doenças mentais, doenças congênitas ou deficiência física, exatamente como no passado. De uma forma bem clara podemos dizer que a classe média, aprova quando estas mulheres ou famílias manifestam publicamente a rejeição pelo filho que nasce e o entregam para adoção. Não muito tempo os juizes demenores destituía as famílias pobres de seus filhos e os entregavam para adoção nacional ou internacional. Mas tivemos uma revolução nacional com a criação do Estatuto da Criança e Adolecente, que limita esta prática e a classe média se recusa a procurar crianças para adoção dentro de abrigos. Conforme se entende-se que as crianças já incorporaram vícios da cultura institucional que sãodefinitivos na formação do caráter e da personalidade. Grandes consequencia podemos relatar que ainda há milhares de crianças que nascem destituídas de direitos, porque seus pais não têm direitos, podemos citar as variaveis de emprego garantido, de seguridade social, de licença maternidade/paternidade, de férias, seguro contra acidentes do trabalho, aposentadoria, 13º salário, plano de assistência médica,salário-educação – direitos sociais desejáveis para qualquer família com filhos. Esta realidade ainda nos remete à dicotomia criança x menor (ainda não completamente erradicada pelo Estatuto da Criança e do Adolescente – ECA): filhos que nascem com direitos porque seus pais têm direitos e filhos que nascem absolutamente sem direitos, porque seus pais não têm ou foram destituídos dos direitossociais. Milhares destas crianças ainda são invisíveis às políticas, programas e ações sociais e são vítimas preferenciais do trabalho escravo, da exploração sexual e da violência doméstica. Devemos levantar uma discussão acerca dos processos adotivos e suas implicações para o desenvolvimento psicológico de crianças e adolescentes, focalizando as situações de abandono, fatores de risco e de proteção.Desenvolvimento




No Brasil muitas crianças, tendo dias, meses de vida, muitas foram abandonados horas depois do nascimento, ainda nas maternidades, em abrigos ou no Juizado de menores, podemos dizer que baixo indice de pessoas se interessam. Podemos resaltar que no Brasil desde século XVIII, lamentavel sobre crianças abadonadas, muitas famílias não...
tracking img