Blocos economicos

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 10 (2277 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 17 de novembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
BLOCOS ECONÔMICOS: NAFTA




RESUMO


O panorama social e cultural do mundo hoje sem dúvida é influenciado pelos processos relacionados com a globalização que atua em diversas formas e provoca diversas conseqüências, positivas e/ou negativas. E neste trabalho um dos objetivos é abordar a importância e as conseqüências que os blocos econômicos vêm refletindo para o mercadomundial.


Palavras-chave: Blocos econômicos; NAFTA; economia mundial.



1 INTRODUÇÃO


A Globalização é um processo de integração econômica, social, política e cultural das nações, que procura principalmente maiores ganhos para as empresas com a facilitação da transição dessas em novos mercados.


Os Blocos Econômicos são associações de países que estabelecem relaçõeseconômicas privilegiadas entre si e que tendem adotar uma soberania comum. Os blocos podem ser classificados em: Zona de Preferência Tarifária; Zona de Livre Comércio; União Aduaneira; Mercado Comum; União Econômica e Monetária.

Nesse trabalho daremos destaque a um bloco econômico: a NAFTA, um dos principais motivos da criação desse bloco econômico foi fazer frente à União Européia, tendo emvista que essa tem alcançado um grande êxito no cenário mundial. Será abordado também o que são blocos econômicos, qual a importância deles para a economia mundial, quais os principais blocos, como foram criados e um pouco de suas historias.




2 OS BLOCOS ECONÔMICOS REGIONAIS


Os blocos econômicos regionais têm o objetivo de facilitar o comercio entre os países membros. Os blocossão responsáveis pela redução ou isenção de impostos e tarifas e buscam soluções em conjunto para os problemas comerciais. O comércio entre os países do bloco econômico gera e aumenta o crescimento para os países, normalmente os blocos são formados por paises vizinhos.


Os blocos econômicos são classificados em: Zona de Preferência Tarifária, Zona de Livre Comércio, União Aduaneira,Mercado Comum e União Econômica e Monetária.


Área ou Zona de Preferência Tarifaria são acordos realizados entre os países para reduzir as tarifas alfandegárias no comércio entre os paises do bloco, por meio da concessão de preferências tarifárias. Eles podem estabelecer a seleção de um  grupo ou a inclusão da totalidade das mercadorias negociadas, em acordos de redução das tarifas deimportação.


Por preferência tarifária entende-se a redução do I.I – Imposto de Importação em determinados percentuais. Como exemplo, uma exemplo uma mercadoria tem I.I de 15% e preferência tarifária d 20%, ou seja, em três pontos percentuais, pagando-se um imposto de 12%  na sua entrada no país.


Essas reduções podem ser estabelecidas para determinado patamar fixo, ou para umaredução gradativa ao longo do tempo, esta estabelecida por meio de um cronograma de redução das tarifas, cujo objetivo final é chegar a uma situação de eliminação total das tarifas alfandegárias. Uma vez cumprida esta etapa de redução gradativa até a eliminação dos direitos alfandegários, o bloco estará preparado para uma segunda fase no seu relacionamento econômico.


O propósito da Àrea ouZona de Livre Comércio é estimular o comércio entre os países participantes por meio da especialização, da divisão do trabalho e da vantagem comparativa.




A Àrea de Livre Comércio costuma ser vista como um passo para a instituição de uma união aduaneira.


Elas são criadas por meio de acordos de livre comércio (ALCs) entre dois ou mais Estados.


A União Aduaneira(UA) corresponde a uma etapa ou modelo de integração econômica no qual os países membros de uma Zona de Livre Comércio adotam uma mesma tarifa às importações provenientes de mercados externos. À essa tarifa dá-se o nome de Tarifa Externa Comum (TEC). A aplicação da TEC redunda na criação de um território aduaneiro comum entre os sócios de uma UA, situação que torna necessário o estabelecimento...
tracking img