Black monday

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 11 (2647 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 25 de novembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
UNIVERSIDADE REGIONAL INTEGRADA DO ALTO URUGUAI E DAS MISSÕES CAMPUS SANTIAGO
DEPARTAMENTO DAS CIÊNCIAS SOCIAIS APLICADAS
CURSO DE ADMINISTRAÇÃO
JUNHO/2009







BRAGA, Domingos César da Silva

FRANCO, Cristina
SAMPAIO, Luana
BONELI, Bruna
CENTENO, Paola


SALDANHA, Prof. Eduardo Fank






SEGUNDA-FEIRA NEGRA (1987)







RESUMONuma década onde os tempos eram bons e promissores para se investir dinheiro na bolsa de valores, um dia apenas, resultou na decepção e a volta a realidade para muitos investidores no mercado de ações, a bolsa de valores. Índices que regulam a nossa vida, desestabilizaram-se no dia 19 de outubro de 1987, uma segunda-feira que é, para muitos acionista daquela época, o “dia do azar”ou a segunda-feira Negra. Antes fosse uma tempestade que tivesse assolado uma região do mundo, ou um eclipse solar, mas na verdade era um dia catastrófico para o mundo dos negócios, um dia que serve de atenção ao mundo inteiro para que nunca mais seja revivido novamente. Depois da Recessão no inicio dos anos 80 e de cinco anos onde os investidores davam risadas por nada, pois suas empresasestavam crescendo e o ramo de microcomputadores era um grande achado e, sendo assim, as ações não paravam de subir, registrando alta histórica no índice Dow Jones de mais de 2.700 pontos e índices de desemprego e inflação caindo ou simplesmente se mantendo estagnados. A onda do momento era a fusão mania, onde empresas se fundiam seja por concorrentes comprando suas ações, ou seja, por união parafortalecimento perante o mercado. Essa onde de otimismo conhecido mais como Bull Market se arrastou por alguns anos, mas por causas não muito bem fundadas até hoje, mas pelo declínio desde agosto do mesmo ano e depois de uma semana anterior fechando com baixa na bolsa de valores de todo o mundo, a segunda-feira negra veio com muita força para fazer história no mundo econômico, porque além desse final desemana conturbado com declarações de secretário do Tesouro Nacional dos EUA, dizendo que as ações perderiam valor e pela abertura nas bolsas orientais já registrarem baixas por conta desses comentários e por rumores de um ataque norte-americano as plataformas de petróleo iraquianas no Golfo Pérsico, somado a tudo isto, declarações do Brasil no inicio do ano dizendo que o nosso país não iria maispagar os juros contraídos pela divida externa e a um programa de computador onde realizava vendas quando desvalorizava as ações de maneira automática, servindo como ferramenta aos acionistas, os números finais daquele dia 19 foram inimagináveis, por mais que todos esses acontecimentos tinham relevância, não poderia a chegar aos incríveis 22,6% de queda do índice Dow Jones, registrando uma perca deU$ 500 Bilhões, aproximadamente e bolsas do mundo inteiro marcaram no final do mês percas consideráveis também. Mas depois da tempestade sempre vem a bonança e esse fato de relata ao passar de acontecimentos históricos, a recuperação dessa trágica segunda se deu de maneira satisfatório, mostrando a reação imediata, por assim dizer, de países impiedosamente atingidos por esse baque, que no final,acabou sobrando para todo o mundo, pois já dava indícios dessa de que a ligação mundial era realidade, que a globalização era um fato.







INTRODUÇÃO







Hoje em dia sabemos do mundo globalizado em que estamos e que o capitalismo tem uma força inquestionável. E uma das forças motrizes desse sistema é a bolsa de valores. Um mercado aparentemente virtual que valorizae desvaloriza ações, que são títulos cambiais que resultam de maneira simbólica e verídica as partes de uma grande empresa possui nesse ramo de negociação.
A Economia é a ciência que abrange de maneira generalizada qualquer envolvimento financeiro sobre quaisquer circunstâncias, mas como todos sabemos, dinheiro é difícil de termos e o trabalho da Economia nada mais é do que, tentar de...
tracking img