Black hole sun - o que é real?

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 6 (1274 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 1 de novembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
O que é real?

Página 1
Quadro 1
William jovem, por volta de 20 anos, deitado na cama com as mãos cruzadas sob a nuca, olhando para o teto. Um feixe de luz do Sol vindo da janela iluminando seu rosto. William pensativo. Relógio despertador no criado-mudo ao lado da cama, junto ao abajur, marcando 6h30. Óculos aberto ao lado do despertador.
Texto 1 (superior esquerdo) – O que é real?
Texto 2(inferior esquerdo) – Tive um sonho estranho esta noite, mas não sentia que estava sonhando.
Quadro 2
Mão de William em close, pegando o óculos no criado-mudo. Relógio despertador marcando 6h50.
Texto 1 – Certa vez me contaram sobre um sábio chinês que sonhava que era uma borboleta.
Página 2
Quadro 1
William sentado na cama com os cotovelos apoiados sobre os joelhos e as mãos apoiando acabeça. Já está usando os óculos. Está sem camisa, usando apenas cueca samba-canção. O corpo franzinho, magro sem músculos definidos, pálido de não tomar sol. O raio de Sol da janela agora iluminando suas costas. Despertador marcando 7h00.
Texto 1 (inferior esquerdo) – Quando ele acordava, de tão real, não sabia se era um homem sonhando ser uma borboleta
Texto 2 (superior direito) – Ou se era umaborboleta sonhando ser um homem.
Quadro 2
William vestindo a calça, com a camisa colocada mas desabotoada. Despertador marcando 7h05.
Texto 1 – Meu sonho me trouxe a mesma sensação.
Quadro 3
William de pé dentro do metrô cheio. Uma mulher jovem ao seu lado, vestida socialmente, mas com um decote ousado. Uma senhora idosa sentada olhando para ele. Um grupo de estudantes adolescentes próximo àporta atrapalhando a passagem, rindo alto e chamando atenção. William está pensativo, de cabeça baixa, aparentando cansaço. Janela refletindo-o.
Texto 1 – Vejo essas pessoas e não sei se elas existem de fato ou se sou enganado pelos meus sentidos e vivo em ilusão.
Quadro 4
Close do reflexo de William na janela. A mulher jovem ao seu lado o observa pelo reflexo da janela. William olhando parafrente sem perceber ou sem se importar se ela o observa.
Texto 1 – Nem sei se realmente existo para o mundo ou se o mundo existe sem mim
Texto 2 – Minha percepção do mundo é a resposta do mundo às minhas ações...
Texto 3 – ... e a percepção de minha existência para o mundo é minha resposta às ações do mundo.

Página 3
Quadro 1
William saindo do vagão, pessoas se empurrando para entrar, guardastentam ajudar as pessoas a entrar no trem lotado. Colocar a cena de forma cômica. William sério, sem se importar com o que acontece.
Texto 1 – Se eu agir e o mundo não responder, então deduzirei estar morto.
Texto 2 – Mas se tiver algum traço de consciência, mesmo sem resposta do mundo, ainda serei uma existência.
Quadro 2
Um grande prédio de universidade em estilo arquitetônico modernofuturista, como se desenhado por Oscar Niemeyer. Visão aérea em perspectiva ponto de fuga ou isométrico.
Texto 1 – A primeira vez que entrei nesse prédio me senti como um tripulante de uma nave espacial. Olhava pelas janelas na expectativa de ver o prédio se erguer do chão e de enxergar as pessoas pequenas como formigas.
Texto 2 – Naquela época eu era mais sonhador, acho que ainda estava deslumbradocom o mundo.
Texto 3 – Tudo parecia novo, eu tinha expectativas ao conhecer uma pessoa.
Quadro 3
Visão panorâmica da fachada. Detalhe para Willian aproximando-se da entrada.
Texto 1 – Agora não mais.
Página 4
Quadro 1
Willian andando pelo corredor conversando com um colega. Este colega é gordo e veste-se com um jaleco de laboratório. Poucas mulheres no prédio da universidade, as que têmvestem-se de forma comportada e não atraente. O interior do prédio é bem iluminado, quase como um shopping ou um hospital e sua decoração é limpa, sem detalhes significativos ou chamativos. Seu interior traz a sensação de um ambiente esterilizado e as pessoas são calmas e se vestem de forma o mínimo chamativo possível além de ter um comportamento introspectivo.
Willian – Olá Bruno, como está?...
tracking img