Biotecnologia

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 8 (1871 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 6 de novembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
ENERGIA dos BIOCOMBUSTÍVEIS
ENERGIA
Maria Fernanda Rosa
INETI
INETI
Departamento de Energias
Renováveis
Renov

As Energias do Presente e do Futuro

21/11/2005

Razões para o uso de biocombustíveis
Razões
O problema do petróleo
Menor dependência energética e segurança do
do
abastecimento
abastecimento
Diversificação de fontes de abastecimento
Problemas ambientaisCompromissos internacionais e Directivas
Compromissos
comunitárias
comunit
As Energias do Presente e do Futuro

21/11/2005

Importância a nível nacional
Importância
Portugal importa cerca de 85% da energia que consome
O petróleo domina as importações com ~ 70%
70%
13,1

0,7

15,1

71,1

Carvão

Petróleo

Gás natural

Electric

Fonte: DGGE – Indicadores Energéticos, 2004
Energé6 mil milhões de dólares é o preço da factura de Portugal entre 2004 e 2005.
Portugal suportou 115 milhões de dólares por cada dólar de aumento do barril de petróleo, em 2004

≈ 39% das importações de petróleo são para uso no sector dos transportes
As Energias do Presente e do Futuro

21/11/2005

Compromissos internacionais
Compromissos
• Protocolo de Quioto):

Redução global, até2012, de 5,2% das emissões
de GEE, em relação às emissões de 1990.
Os Estados Membros EU-15 (8%)
A Portugal, até 2008-2012, era permitido aumentar
as emissões em 27%, em relação a 1990
Desde 2004 já ultrapassou a quota permitida.

As Energias do Presente e do Futuro

21/11/2005

Alterações nas emissões de GEE
Altera

As Energias do Presente e do Futuro

21/11/2005

Compromissosinternacionais
Compromissos
“Para uma Estratégia Europeia de Segurança do
Aprovisionamento Energético” (2000)
20% de substituição por combustíveis alternativos no
sector do transporte rodoviário até 2020.
Directiva 2003/30/UE (relativa à substituição de combustíveis
fósseis por combustíveis alternativos no sector dos transportes).
A Directiva foi recentemente transposta para a legislaçãoportuguesa, através de um Decreto-Lei, de Fevereiro de 2005.

As Energias do Presente e do Futuro

21/11/2005

Directiva 2003/30/UE
Directiva
Ano

Biocombustível
%

Gá s
natural
%

Hidrogénio
%

Total
%

2005

2

-

-

2

2010

5,75

2

-

8

2015

7

5

2

14

2020

8

10

5

23

As Energias do Presente e do Futuro

21/11/2005 Biocombustíveis Mais Comuns
Biocombust
Bioetanol de culturas energéticas e resíduos
de culturas
duos
agrícolas e florestais
agr
Substituição total ou adição à gasolina em misturas, em
regra, de 5-10% de bioetanol

Biodiesel (ésteres metílicos de óleos vegetais,
usualmente óleo de colza ou de girassol)
Substituição total ou adição ao gasóleo em misturas
de 5-30% de biodiesel
AsEnergias do Presente e do Futuro

21/11/2005

Bioetanol
Obtido por fermentação alcoólica de substâncias ricas
em hidratos de carbono, utilizando leveduras ou bactérias
C6 H12 O6

2 C2 H5 O H + 2 C O2

Glucose

Bioetanol
0,466 t

1t

Etanol + isobuteno
0,471 t

0,53 t

ETBE
1t

Cereais

Cevada

Milho

Trigo

As Energias do Presente e do Futuro

Centeio
21/11/2005 Bioetanol
Tubérculos

Sorgo

Mandioca

Cana de açúcar

Beterraba

Material lenhocelulósico

Batata doce

Tupinambo

+ Abundante e de baixo custo
- Recolha e transporte
- Maior complexidade técnica do processo
- Custo de processamento mais elevado

As Energias do Presente e do Futuro

21/11/2005

Principais Produtores de Bioetanol
(2003)
(2003)
Brasil
(9 900 000 t)EUA
(8 400 000 t)

Espanha

Produzido principalmente da cana de açúcar
Usado em misturas até 24% em motores normais
Usado puro a 96%, em motores modificados
Produzido principalmente a partir do milho
Usado em misturas com 10% etanol (Gasohol)

(180 000 t)

Produzido principalmente a partir de cereais
Usado essencialmente como ETBE

Polónia

Produzido principalmente de...
tracking img