Bioquimica

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 8 (1926 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 14 de novembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO
FACULDADE DE SAÚDE PÚBLICA SAÚ PÚ DEPARTAMENTO DE NUTRIÇÃO NUTRIÇ HNT- 130 – Nutrição Normal HNTNutriç

Lipídeos
Definições, classificações, funções, metabolismo, fontes alimentares e recomendações

Wolney Conde Lisboa

Teresa Gontijo de Castro

Histórico
(1827) Willian Proust – lipídios como importante macronutriente para a nutrição humana. (1918) Aron – lipídeos comoessenciais para o crescimento e desenvolvimento normais de animais.

Definições
Grego lipos = gordura Caloricamente mais densos que os carboidratos (9 kcal/g). Caracterizam-se pelas seguintes propriedades:
1) Relativamente insolúvel em água; 2) Relativamente solúvel em éter, clorofórmio, benzeno e alguns alcoóis.

Funções
Energia Textura, sabor, palatabilidade, cor, conservação Transporte eabsorção de vitaminas lipossolúveis Proteção dos órgãos Composição das membranas celulares Isolante térmico e físico Precursor de hormônios

Classificação
Simples
Gorduras: ác. graxos+glicerol Graxas: ác. graxos+álcoos cadeia longa Ésteres colesterol

Compostos
Fosfolipídios:eag+álcool+ác.fosfórico+aminoálcool Glicolipídios:eag+CHO+N+ac.gr.+álcool Lipoproteínas:lipídios+proteínas

Lipídeoscomplexos
Triacilgliceróis –
alimentação (95%) forma mais abundante na

Fosfolipídios –

principal elemento estrutural das membranas celulares

Colesterol –

precursor de hormônios e constituinte da bile

Função biológica dos lipídeos

Os lipídeos de importância fisiológica para humanos têm quatro importantes funções:

1. Componentes estruturais das membranas biológicas. 2. Propiciam reservas de energia,predominantemente na forma de triacilglicerol. 3. lipídeos e derivados servem como vitaminas e hormônios. 4. Ácidos biliares lipofílicos ajudam na solubilização dos lipídeos

Triacilglicerol – TAGs
Glicerol

(triglicerídeos)

AG1 AG2 AG3

cerca de 95% da energia fornecida pelas gorduras TAGs c/ AG saturados TAGs c/ AG insaturados ambiente sólidos à temperatura ambiente líquidos à temperaturaEXCEÇÃO: TCM

Ácidos graxos RCO2H
Cadeia carbônica não ramificada Pode ser: CURTA – 2 a 4 átomos de carbono MÉDIA – 6 a 10 átomos de carbono LONGA – mais de 12 átomos de carbono SATURADA – ligações simples (configurações infinitas) INSATURADA – ligações duplas C = C ISÔMEROS
CIS – cadeia em forma de U TRANS – isômero assemelhado à configuração saturada

AGs cis e trans

Cis

Trans

AGs trans -obtenção
A grande maioria dos ácidos graxos de ocorrência natural são da configuração cis Óleos vegetais hidrogenação (sob calor) Gorduras

Elaídico – C18:1 PF = 44oC

AGs saturados
TIPO
C4:0 C5:0 C6:0 C8:0 C10:0 C12:0 C14:0 C16:0 C18:0 C20:0 C24:0

NOME COMUM
Ácido butírico Ácido valérico Ácido capróico Ácido caprílico Ácido cáprico Ácido láurico Ácido mirístico Ácido palmítico Ácido esteárico Ácidoaraquídico Ácido lignocérico

AGs saturados

Esteárico – C18:0

AGs monoinsaturados

TIPO C16:1 ω-9 C18:1 ω-9 C120:1 ω-9

NOME COMUM Ácido palmitoleico Ácido oleico Ácido gadoleico

AGs monoinsaturados

Oléico – C18:1 ω-9

AGs poliinsaturados
TIPO C18:2 ω-6 C18:3 ω-6 C18:3 ω-3 C20:4 ω-6 C20:5 ω-3 C22:6 ω-3 NOME COMUM Ácido linoléico Ácido γ-linolênico Ácido α-linolênico Ácido araquidônico Ácidoeicosapentaenóico Ácido docosahexaenóico

AGs poliinsaturado (nomenclatura)

ARAQUIDÔNICO – C20:4; (5,8,11,14)
14 ω 6

C-C-C-C-C-C-C-C-C-C-C-C-C-C-C-C-C-C-C-C

11

8

5

α

O OH

ω-6

AGs essenciais
Linoléico e α-linolênico
C18:2 linoléico
∆5 dessaturase

C20:4 araquidônico

∆15 dessaturase (vegetais)
C18:3 α linolênico
∆5 dessaturase

C20:5 EPA
(eicosapentanóico)

C22:6 DHA
(docosapentanóico) AGs essenciais - funções
estimulação crescimento manutenção pele e crescimento capilar regulação do metabolismo de colesterol reprodução
crescimento dermatite escamosa infertilidade resposta inflamatória anormalidades renais mitocôndrias hepáticas anormais contração reduzida do miocárdio

DEFICIÊNCIA

AGs trans - ações e fontes
inibição da ∆5 dessaturase PUFAs – crítico para o cérebro fetal...
tracking img