Bioquimica dos refrigerantes

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 15 (3523 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 10 de junho de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
ESCOLA TÉCNICA ESTADUAL CONSELHEIRO ANTONIO PRADO
CURSO TÉCNICO DE BIOQUÍMICA




ANÁLISES DE CARBOIDRATOS E SAIS MINERAIS DE REFRIGERANTES LEVEMENTE GAISEFICADOS















CAMPINAS

2010
ESCOLA TÉCNICA ESTADUAL CONSELHEIRO ANTONIO PRADO
CURSO TÉCNICO DE BIOQUÍMICA






ANÁLISES DE CARBOIDRATOS E SAIS MINERAIS DE REFRIGERANTES LEVEMENTE GAISEFICADOSAGRADECIMENTOS:

A todos aqueles que colaboraram para o desenvolvimento do trabalho, como a professora Mariângela, os auxiliares de laboratório, Denise e Carlos, como também a toda ao corpo docente escolar, que quando necessário nos ofereceu estruturas para que esse projeto fosse realizado.


DEDICATÓRIA:
Este projeto é dedicado a todos osprofessores da Escola Técnica Estadual Conselheiro Antonio Prado, como também a todos os seus funcionários.
Para todos os familiares, que acompanharam de perto este trabalho sendo desenvolvido e nos deu o suporte necessário para sua realização.


































SUMARIORESUMO


Nosso projeto terá por objetivo realizar a análise de carboidratos e sais minerais presentes em águas levemente gaseificadas (H2OH! / Aquarius), onde teremos como parâmetro os refrigerantes comuns da mesma linha (Pepsi / Coca-Cola). Para isso utilizaremos os seguintes laboratórios:
• Análise Química Instrumental, onde será feito à identificação dossais minerais (Na+ e K+);
• Fundamentos Bioquímicos, onde será realizada a identificação de carboidratos e a quantificação de ambas as análises.
Após a obtenção dos resultados será realizada uma comparação com os dados descriminados nas respectivas embalagens, e com eles concluiremos qual dos produtos analisados é menos danoso à saúde - levando em consideração as taxas diáriasrecomendadas -, e assim conscientizar os consumidores em geral, focando naqueles que recorrem às águas levemente gaseificadas como uma opção mais saudável (principalmente os diabéticos e hipertensos). Temos como foco também o debate sobre as mensagens transmitidas pelo marketing das empresas, e concluir se o benefício atribuído ao produto é real ou não.

Palavras chaves: água,refrigerante, conscientização, análise, hipertensão e sal.




















INTRODUÇÃO


Nas últimas décadas, a preocupação com a saúde está cada vez mais visível no comportamento da população. A busca pela qualidade de vida se estende aos cuidados com a alimentação, caracterizada por uma crescente demanda por produtos saudáveis e com características nutricionais e sensoriaispróximas dos alimentos in natura. Baseada nisto, a indústria alimentícia está cada vez mais atenta aos desejos do consumidor e investe na formulação e produção de novos produtos, concentrando seus esforços na área de marketing no apelo à vida saudável.
Baseadas na boa perspectiva e com o intuito de gerar uma maior diferenciação, empresas vêm investindo em produtos à base de água atravésda incorporação de aroma, vitaminas e/ou sais minerais, sendo, por este motivo, conhecidos nos Estados Unidos e na Europa como “águas com valor agregado”. Estes produtos apresentam mercado promissor, visto que em 2005 suas vendas no mercado norte-americano aumentaram mais de 200%, movimentando cerca de 455 milhões de dólares e correspondendo a 14% das vendas de águas engarrafadas. Na Europa e naArgentina, este percentual é ainda mais expressivo, representando cerca de 30% do mercado de águas minerais.
Com aspecto parecido à água, as bebidas com sabores têm composição semelhante à dos refrigerantes. No mercado, elas costumam passar longe da seção de refrigerantes e estão dispostas bem ao lado das águas minerais. Após anos discutindo a escassez mundial da água e suas conseqüências,...
tracking img