Biomoleculas

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 8 (1908 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 19 de outubro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
http://www.ebah.com.br/content/ABAAAeo8AAL/tens-estimulacao-eletrica-transcutanea
****http://www.wgate.com.br/conteudo/medicinaesaude/fisioterapia/eletro/estimulacao_nervosa_tens.htm

TENS ESTIMULAÇÂO ELETRICA TRANSCUTÂNEA

A TENS é usada principalmente para o manejo sintomático de dor crônica e aguda de origem benigna.
Contudo a TENS também é usada no tratamento paliativo para lidar com ador causada por doença óssea metastática e neoplasias. Também tem efeitos antieméticos e favorece a regeneração de tecidos.
Durante aplicação da TENS, são geradas correntes pulsadas por um gerador de pulso portátil e essas são enviadas através da superfície intacta da pele por meio de placas condutoras chamadas eletrodos. O modo convencional de administrar TENS é usar as características elétricasque ativam seletivamente fibras “táteis” de diâmetro largo (A beta) sem ativar fibras nociceptivas de menor diâmetro A gama e C. As evidências sugerem que isso produzirá alívio da dor de um modo similar ao “esfregar o local da dor”. Na prática, a TENS convencional é emitida para gerar uma parestesia forte, porém confortável. Na medicina, a TENS é a eletroterapia mais freqüentemente usada paraproduzir alívio da dor. É popular por não ser invasiva, ser fácil de administrar e ter poucos efeitos colaterais ou interações medicamentosas.
Condições médicas mais comuns em que a TENS tem sido usado: Alívio da dor aguda, Dor pós-aperatória, Dor obstétrica, Dismenorréia, Dor musculoesquelética, Fraturas ósseas, procedimentos dentários, Alívio da dor crônica, Lombar, Artrite, Coto e dor fantasma,Neuralgia pós-herpética, Neuralgia trigeminal, Lesão de nervos periféricos, Causalgia, Angina pectoris, Dor facial, dor óssea metastática, Efeitos antieméticos, Náusea pós operatória associada em medicamentos opióides , Náusea associada com quimioterapia, Enjôo matinal, Enjôo por movimento/viajem, Melhora do fluxo sanguíneo, Redução da isquemia devido a cirurgia reconstrutiva, Redução dos sintomasassociados com doença de Raynaud e neuropatia diabética, Melhora da regeneração de feridas e úlceras.
Apesar de a unidade de TENS poder provocar contrações musculares seu principal uso, se não o único é controlar a dor. A TENS diminui a percepção da dor pelo paciente, reduzindo a condutividade e a transmissão dos impulsos dolorosos das pequenas fibras de dor para o SNC. Afetando as grandes fibrasmotoras, a TENS pode interferir no padrão normal de proteção do músculo (Espasmo Muscular), reduzindo ainda mais os estímulos dolorosos. A freqüência e a duração do pulso, combinadas com a intensidade da corrente, ativam respostas em diferentes níveis de modulação da dor. A determinação dos parâmetros exatos para a utilização da TENS. Para se obter o resultado desejado, a combinação dosparâmetros de saída é mais importante do que qualquer outro parâmetro isolado.
Os principais tipos de TENS descritos na literatura são TENS acupuntura, TENS convencional, e TENS breve-intensa. Atualmente a TENS convencional continua sendo o método mais comumente usado para emitir correntes na prática clínica.
TENS convencional
A meta da TENS convencional é ativar seletivamente fibras Abeta de diâmetrolargo sem ativar concorrentemente fibras de pequeno diâmetro A gama e C(relacionadas com a dor) ou eferentes musculaturas. As evidências de estudos de em animais e humanos suportam a hipótese de que a TENS convencional produz analgesia segmentar, com início e sessão rápidos, localizada no dermátomo, teoricamente correntes pulsadas de alta freqüência e alta intensidade seriam mais efetivas paraativar seletivamente fibras de diâmetro largo, embora na prática isso se consegue sempre que o usuário de TENS relata estar experimentando uma parestesia confortável dos eletrodos.
Durante a TENS convencional as correntes são geralmente emitidas com uma freqüência entre 10 e 200p. p.s. com duração de 100 -200us e amplitude de pulso dosada para produzir uma parestesia forte, porém não dolorosa. Como...
tracking img