Biomedicina

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 11 (2642 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 6 de junho de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
A doença de Chagas crônica é um problema epidemiológico apenas em alguns países da América Latina, mas a migração crescente de populações aumentou o risco de transmissão por transfusão de sangue até mesmo nos EUA, e têm surgido casos da doença em animais silvestres até à Carolina do Norte. Distribuída pelas Américas desde os EUA até a Argentina, atinge principalmente as populações ruraispobres. As casas pobres, com reboco defeituoso e sem forro, são habitat para o inseto barbeiro, que dorme de dia nas rachaduras das paredes e sai à noite para sugar o sangue da pessoas que dormem, geralmente no rosto ou onde a pele é mais fina. Os casos nos EUA de origem endémica (e não em imigrantes) são raríssimos devido ao maior afastamento das casas dos animais e do menor numero de locais dentrodas casas onde os insectos se possam reproduzir.
A doença afecta muitos outros vertebrados além do Homem: cães, gatos, galinhas, roedores, tatus e gambiás podem ser infectados e servir de reservatório do parasita.

Doença de Chagas

É uma doença transmissível, causada por um parasita do gênero Trypanosoma e transmitida principalmente através do "barbeiro". É conhecido também por:chupança, chupão, fincão, bicudo, procotó,etc.
É um protozoário denominado Trypanosoma cruzi. No homem e nos animais, vive no sangue periférico e nas fibras musculares, especialmente as cardíacas e digestivas: no inseto transmissor, vive no tubo digestivo.

Geralmente, abrigam-se em locais muito próximo à fonte de alimento e podem ser encontrados na mata, escondidos em ninhos de pássaros, toca deanimais, casca de tronco de árvore, montes de lenha e embaixo de pedras. Nas casas escondem-se nas frestas, buracos das paredes, nas camas, colchões e baús, além de serem encontrados em galinheiro, chiqueiro, paiol, curral e depósitos.
Os sinais iniciais da doença se produzem no próprio local, onde se deu a contaminação pelas fezes do inseto. Estes sinais, surgem mais ou menos de 4 a 6 dias, apóso contato do "barbeiro "com a sua vítima. Os sintomas variam de acordo com a fase da doença, que pode ser classificada em aguda e crônica. Febre, mal estar, falta de apetite, edemas localizados na pálpebra (sinal de Romanã) ou em outras partes do corpo (chagoma de inoculação), infartamento de gânglios, aumento do baço e do fígado e distúrbios cardíacos. Em crianças, o quadro pode se agravar elevar à morte. Frequentemente, nesta fase, não há qualquer manifestação clínica da doença, podendo passar desapercebida. Na fase crônica, muitos pacientes podem passar um longo período, ou mesmo toda a sua vida, sem apresentar nenhuma manifestação da doença, embora sejam portadores do T.cruzi . Em outros casos, a doença prossegue ativamente, passada a fase inicial, podendo comprometer muitossetores do organismo, salientando-se o coração e o aparelho digestivo.
As drogas hoje disponíveis, são eficázes, apenas na fase inicial da enfermidade, daí a importância da descoberta precoce da doença.

Comentário Pessoal: Sabe-se que mesmo podendo ser evitada com medidas profiláticas, a incidencia de pessoas cometidas por o Barbeiro ainda é grande. O parasita tem principalmente como alvo aspessoas de classe média baixa que estão expostas as condições precárias onde o insetoescondem-se nas frestas, buracos das paredes, nas camas, colchões e baús, além de serem encontrados em galinheiro, chiqueiro, paiol, curral e depósitos.

As medidas profiláticas devem ser voltadas para melhorias na área de habitação, principalmente com substituição das casas de barro por casas de alvenaria,pois aquelas são as quais o inseto o inseto costumam se instalar.

Graças aos grandes avanços da medicina hoje tem-se disponíveis drogas eficazes, porém na fase inicial da enfermidade. Daí deve-se a necessidade da descoberta precoce da doença.

Referências bibliográficas:

http://www.sucen.sp.gov.br/doencas/chagas/texto_chagas.htm

http://pt.wikipedia.org/wiki/Doen%C3%A7a_de_Chagas...
tracking img