Biomédico

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 26 (6370 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 12 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
FÍSICA Atomica

CONSULTA COMPLEMENTAR E EXERCÍCIOS:
http://web.cena.usp.br/apostilas/Zagatto/
http://web.cena.usp.br/apostilas/Virgilio/graduação/CAP1.DOC
http://web.cena.usp.br/apostilas/Virgilio/graduação/CAP2.DOC

Natureza Atômica da Matéria

1. Bases Químicas da Teoria Atômica

Demócrito (400 a.C.): “toda matéria é formada por partículas muito pequenas sendo essas partículasidênticas e arranjadas de muitos modos diferentes.”
Partículas fundamentais ( átomos
Bases da moderna teoria atômica ( final do séc. XVIII e início do séc. XIX.
Até a metade do século XVII, a palavra elemento era empregada de modo geral sem ter um significado específico.
Elemento = Substância
Robert Boyle (1627-1691) definiu elemento: “são aquelas substâncias não formadas de outrassubstâncias”. As substâncias puras que não são elementos, são formadas por elementos e elas podem ser decompostas em elementos e são chamadas compostos.
(Nota: segundo este conceito, O2, Cl2, etc. seriam considerados elementos.)
Nessa época (séc. XVII), a ciência química desenvolveu-se baseada na balança.
As idéias de Boyle de um elemento não foram imediatamente aproveitáveis por não haverinstrumentos para comprovação.
Lavoisier (séc. XIX) propôs: “qualquer substância não conhecida como decomponível deveria ser considerada como elemento”. Este é o início da química analítica.
Nesta época, a água era confundida como elemento.
Por volta de 1800, 25 a 30 elementos já eram conhecidos. Hoje, já se têm conhecimento de 91 elementos que ocorrem naturalmente e aproximadamente uma dezena deelementos obtidos artificialmente.
As leis das combinações químicas (de Lavoisier e Proust) foram unificadas no início do século XIX pela Teoria Atômica de Dalton (conceito de peso atômico).
As maiores contribuições da química no século XIX foram:
a. desenvolvimento de métodos para determinação de pesos atômicos dos elementos;
b. investigações das reações químicas;
c. sistematização dospesos atômicos e das propriedades dos elementos (Mendeleev formula o sistema periódico).

1.1. As Leis das Combinações Químicas

1ª. Lei da Conservação da Massa (Lavoisier): “a massa de um sistema não é afetada por nenhuma mudança química no sistema.”


2ª. Lei das Proporções Definidas (Proust): “um determinado composto químico sempre contém os elementos nas mesmas proporções em peso.”Portanto:
1 parte de oxigênio + 1,52 partes de Mg ( MgO
1 parte de oxigênio + 2,50 partes de Ca ( CaO
|Pesos |
|Oxigênio |Mg |Ca |
|8 |12,12 |20,04 |

3ª. Lei das Proporções Múltiplas (Dalton): “se dois elementos se combinam para formar mais deum composto, as diferentes massas de um que combinam com a mesma massa do outro estão sempre numa razão de números inteiros pequenos.”


|N |O |Produto |
|14 |08 = 1x8 |N2O |
|14 |16 = 2x8 |NO |
|14 |24 = 3x8 |N2O3|
|14 |32 = 4x8 |NO2 |
|14 |40 = 5x8 |N2O5 |

4ª. Lei das Proporções Recíprocas (Dalton): “massas de duas (ou mais) substâncias que reagem separadamente com massas idênticas de uma terceira substância, são também massas que reagem entre si ou com um múltiplo delas.”
Exemplo:
Óxido de Enxofre: 8 partesde oxigênio combinam-se com 8,015 partes de enxofre;
Óxido de Zinco: 8 partes de oxigênio combinam-se com 32,69 partes de zinco.
Portanto:
65,38 partes de zinco (2x32,69) combinam-se com 32,06 partes de enxofre (4x8,015).


Massa Reagente ou Equivalente Químico de um elemento foi deduzida a partir da Lei das Proporções Definidas.


|Composto |% |%...
tracking img