Biologia

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 8 (1752 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 25 de setembro de 2014
Ler documento completo
Amostra do texto
E.E Prof. Leopoldo Santana, São Paulo - SP dia 15 de setembro de 2014
Aluno: Daniel Oliveira Mendonça, 3° ano do ensino médio Número da DP 001

BIOLOGIA 3° ANO DO ENSINO MEDIO

Nesse trabalho vamos abordar os seguintes temas:

- Classificação Biológica

- Taxonomia e conceito de espécie

- Plantas: diversidade e desenvolvimento

AClassificação Biológica

A ciência busca ordenar o universo a sua volta. Para isso o homem criou sistemas para agrupar os organismos em esquemas que façam sentido, primeiro foi dividir os seres vivos em cinco reinos:

Reino Plantae
Seres com células eucariontes, pluricelulares e autotróficos.
Exemplos : Musgo, samambaia e margarida.

Reino Animália
Seres vivos pluricelulares, com célulaseucariontes e heterotróficos.
Exemplos: Homem, elefante, barata, …

Reino dos Fungos (ou Fungi)
Seres vivos unicelulares ou pluricelulares , com células eucariontes. Todos são heterotróficos. Exemplos : Cogumelos e leveduras

Reino Protista
Seres vivos unicelulares, com células eucariontes, podem ser autoróficos ou heterotróficos. Exemplos: Amebas e Paramércios

Reino Monera
Seres vivosunicelulares, com células procariontes, autotróficos ( capazes de fazer a fotossíntese e produzir o seu próprio alimento) ou heterotróficos ( não fazem a fotossíntese e se alimentam de outros seres vivos)
Exemplos: Bactérias e Algas Azuis ou Cianobactérias.

mais como saber a qual reino pertence o ser vivo em questão, o homem compreende que não se pode escolher uma única característica comobase de classificação, para organizar essas características, foi criado o sistema de classificação biológica, que é o principal tópico abordado neste trabalho.

Esse método classificatório das espécies teve início em 1735, proposta pelo naturalista Carl Von Linnée, a partir de uma análise anatômica comparada (a morfologia), tendo em vista que até essa época não existia qualquer forma lógica quepropusesse critérios organizacionais para um coerente agrupamento dos organismos.
Contudo, o surgimento da sistemática molecular, inquiriu e promoveu consideráveis alterações no sistema de ordenação de Linnée.
Fundamentado na semelhança genética das espécies, foram reestruturadas as bases taxonômicas, também denominada de sistemática biológica, relacionando os seres vivos de acordo com oparentesco evolutivo (classificação científica moderna), dispostas pelas seguintes categorias taxonômicas: Reino, Filo, Classe, Ordem Família, Gênero, Gênero e Espécie.

Dessa forma, associada ao sistema moderno de classificação, foi criada uma nomenclatura binomial, com intuito de uniformizar e simplificar o estudo filogenético aplicável a todas as espécies: os vírus, as bactérias, os fungos, osprotozoários, as algas, os animais e vegetais.

O reino é ainda a maior unidade usada em classificação biológica, entre o nível do gênero e o nível do reino, entretanto, Lineu e taxonomistas posteriores adicionaram diversas categorias. Assim, os gêneros são agrupados em famílias, as famílias em ordens, as ordens em classes e as classes em filos. Essas categorias podem ser subdivididas ou agregadasem várias outras menos importantes, como os subgêneros e as superfamílias. Por convenção, os nomes genéricos e específicos são escritos em itálicos, enquanto o nome das famílias, ordens, classes e outras categorias não o são, embora tenham a letra maiúscula inicial. a classificação taxonômica era a revelação de um grande plano permanente. Quando teoria evolucionista, passou a ser a força ordenadoradominante, nas ciências biológicas, viu-se que a taxonomia refletia a história evolutiva.
As espécies são grupos que divergiam recentemente; os gêneros tiveram ancestrais mais distantes e assim por diante. Embora o significado da taxonomia mudasse, a classificação dos organismos por si mesma, baseada quase inteiramente em critérios morfológicos (como o são as teorias parentescos evolutivas),...
tracking img