Biologia-celulas

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 26 (6418 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 3 de maio de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
“Constituição das células eucarióticas – animal e vegetal: células do epitélio bocal e células da epiderme de cebola”

Biologia

Sumário Até ao início do séc. XVII o conhecimento dos seres vivos limitava-se, fundamentalmente, a organismos macroscópicos. A descoberta da célula só foi possível quando o avanço técnico permitiu o aperfeiçoamento das lentes e a construção do microscópio óptico. Omicroscópio óptico é um instrumento indispensável para a realização dos trabalhos laboratoriais que envolvam o estudo da célula. Ao fornecer imagens ampliadas de grande precisão, torna possível a observação de estruturas invisíveis à vista desarmada. Para uma rentabilização das suas potencialidades torna-se essencial conhecer a sua constituição e funcionamento. A microscopia inclui vários tiposde instrumentos e técnicas. De acordo com a constituição e funcionamento do microscópio óptico, o material biológico, para ser observado, tem de ser sujeito a uma série de manipulações físicas e químicas. Todas as técnicas citológicas implicam frequentemente a coloração de material biológico; a maioria das estruturas celulares só é observável ao microscópio óptico se a célula for previamente coradapor corantes. Cada corante reage apenas com certos elementos celulares, que ficam contrastados em relação aos outros, o que facilita a observação. Para observarmos células vivas devemos ter o cuidado de usar corantes que não alterem nem destruam o material biológico. Para a experiência realizada no presente trabalho, envolvendo células animais (células do epitélio bocal do aluno), foi utilizado ocorante azul de metileno e para contrastar os constituintes das células vegetais (células da epiderme da cebola) foi usado o corante denominado por safranina a 5%. O presente trabalho laboratorial é composto por quatro etapas principais que são o conhecimentos e identificação dos componentes do microscópio e o protocolo a cumprir; experiências realizadas com as células do epitélio bucal humano,sem e com corantes; experiências com células vegetais da epiderme da cebola, sem e com corantes; por fim foram visualizadas amostras laboratoriais de tecidos humanos, nomeadamente: tecido epitelial de revestimento do intestino delegado, tecido adiposo, cartilagem hialina da traqueia, tecido muscular liso e tecido conjuntivo reticular ou hemocitopoético. Esta última etapa foi o coroar dosconhecimentos adquiridos nas aulas teóricas. Nas experiências realizadas com as células do epitélio bucal humano, sem e com corantes, foi possível visualizar in loco alguns dos organelos das células eucarióticas do epitélio bocal, caracterizadas pelas suas formas arredondadas ou alongadas e não possuem parede celular rígida como as células vegetais. Da observação das células da epiderme da cebola, emespecial com o auxílio do corante denominado por safranina a 5%, foi possível observar os núcleos, vacúolos, parede celular e membrana plasmática. Da comparação entre as células de origem animal, observadas na primeira experiência, e das células de origem vegetal, observadas na segunda experiência, tive a oportunidade de verificar que estava na presença de células com estruturas celulares diferentes. INDICE Sumário 1. Introdução 2. Procedimento experimental 3. Objectivos 4. Material e Métodos a) Procedimentos de calibragem do microscópio b) Observação das células do epitélio bocal humanos c) Observação das células do epitélio bocal humanos – coloração d) Observação das células vegetais de epiderme da cebola e) Observação de várias preparações permanentes existentes no laboratório 5.Resultados 6. Discussão 7. Conclusões 8. Referências Bibliográficas 4 5 7 7 8 9 10 12 14 18 19 20 22

Índice de Figuras Figura 1 – Microscópio óptico – L 2000A Figura 2 – Observação com objectiva de 40x Figura 3 – Observação de uma célula eucariótica com objectiva de 100x Figura 4 – Observação com objectiva de 40x Figura 5 – Observação com objectiva de 100x Figura 6 – Observação com maior intensidade...
tracking img