Biografia miguel torga

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 6 (1291 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 9 de junho de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Introdução
Neste trabalho, irei falar sobre a vida e obra de Miguel Torga, e também farei uma interpretação pessoal de um poema seu. Escolhi este autor, foi o que me chamou mais á atenção, devido á sua forma de escrever, às suas ideologias e também devido á sua dura infância, e o facto de ele ser um lutador, por ter sempre feito tudo o que podia para alcançar os seus sonhos e ambições, apesar denão viver numa época muito boa, em termos de expressão artística (antes do 25 Abril).
Este trabalho foi realizado no âmbito da disciplina de Língua Portuguesa, por solicitação da professa …
Desenvolvimento
Biografia:
Miguel Torga, pseudónimo de Adolfo Correia Rocha, nasceu a 12 de Agosto de 1907 em São Martinho de Anta, e morreu a 17 de Janeiro de 1995 em Coimbra. Foi um dos mais importantesescritores do séc. XX em Portugal, e destacou-se como poeta, contista e memorialista.
Em 1920, emigra para o Brasil, ainda com 12 anos, para trabalhar na fazenda do seu tio, que tinha uma fazenda de café. Ao fim de 4 anos, o tio patrocina-lhe os estudos na cidade de Leopoldina, onde foi distinguido como um aluno dotado.
Em 1928, entra para a Faculdade de Medicina de Coimbra, e publica o seuprimeiro livro de poemas (Ansiedade), e um ano mais tarde, começa a trabalhar na revista Presença, com o poema Altitudes. Dois anos mais tarde, sai da revista por “razões de discordância estética e razões de liberdade humana.”.
Em 1933, concluiu a licenciatura em Medicina, e foi exercer para Trás-os-Montes, que foi onde escreveu grande parte da sua obra. Dividiu o seu tempo entre a clínica ondetrabalhava, e a literatura.
Em 1940, foi preso por fazer críticas ao regime político de Espanha. Nesse mesmo ano, casou-se com Andrée Crabbé, e juntos tiveram uma filha a 3 de Outubro de 1955.
Temáticas das suas obras:
A obra de Miguel Torga, é centrada nas seguintes temáticas:
• Problemática Religiosa:(A um Cristo negro)
Pois foi educado segundos os princípios da religião católica, e chegou mesmoa entrar no seminário de Lamego em 1918. Devido ao seu carácter, Torga deixou o seminário pela liberdade da vida.
Ao longo do tempo, a sua herança católica foi-se dissipando dentro de si, e o Deus em que ele acreditava na sua infância-“ um Deus proveniente, radioso de amor, bondade”- foi substituído por –“ um Deus justiceiro, furioso, regrador do mundo”.
• Sentimento telúrico: (Diário II)Miguel Torga, encara o elemento terra como a mãe reprodutora. Este sentimento, pode ser comprovado através da escolha do seu pseudónimo Torga, que significa urze que nasce e cresce selvagem nos montes transmontanos.
A sua terra, Trás-os-Montes, que para ele tem o significado de busca de identidade, e é aquela que o ajuda a encontrar o seu próprio “eu” e a conhecer-se melhor.
• Desespero humanista:(O Orfeu Rebelde)
Enquanto médico, Torga sentia-se muitas vezes impotente por não poder salvar os seus pacientes, que esperavam com esperança um milagre. Assim, a descrença e a revolta contra a divindade surgem na sua obra, reflectindo o seu desespero humanista. O seu desespero é humanista, pois sente-se limitado com as suas capacidades humanas.
• O drama da criação poética: (Majestade)
Pois,Torga sentia-se triste por não conseguir iluminar a sua poesia. Para ele o acto poético não podia ser separado de um certo comportamento místico.
Principais obras:
Pão Ázimo, 1931
A Terceira Voz, 1934
A Criação do Mundo, os Dois Primeiros Dias, 1937
O Terceiro Dia da Criação do Mundo, 1938
O Quarto Dia da Criação do Mundo, 1939
Bichos, 1940
Contos da Montanha, 1941
O Senhor Ventura, 1943Um Reino Maravilhoso, 1941
Trás-os-Montes, 1941
Conferência, 1941
Rua, 1942
Portugal, 1950
Pedras Lavradas, 1951
Novos Contos da Montanha, 1944
Vindima, 1945
Principais características das suas obras:
- Simplicidade do discurso
- Variedade de estruturas estróficas
- Ligação entre as estruturas estróficas e a estruturação das ideias
- Irregularidade/regularidade métrica
- Alegoria
-...
tracking img