Biografia manuel bandeira

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 8 (1865 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 20 de junho de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Biografia de Manuel Bandeira

Manuel Carneiro de Souza Bandeira Filho nasceu no Recife no dia 19 de abril de 1886, na Rua da Ventura, atual Joaquim Nabuco, filho de Manuel Carneiro de Souza Bandeira e Francelina Ribeiro de Souza Bandeira.
No final do ano de 1904, o autor fica sabendo que está tuberculoso, abandona suas atividades e volta para o Rio de Janeiro. Em busca de melhores climaspara sua saúde, passa temporadas em diversas cidades: Campanha, Teresópolis, Maranguape, Uruquê, Quixeramobim.
Sob a influência de Apollinaire, Charles Cros e Mac-Fionna Leod, escreve seus primeiros versos livres,em 1912.
Em 1916 falece sua mãe, Francelina. No ano seguinte publica seu primeiro livro: A cinza das horas, numa edição de 200 exemplares custeada pelo autor. João Ribeiro escreve umartigo elogioso sobre o livro. Por causa de um hiato num verso do poeta mineiro Mário Mendes Campos, Manuel Bandeira desenvolve com o crítico Machado Sobrinho uma polêmica nas páginas do Correio de Minas, de Juiz de Fora.
Manuel Bandeira, Oswald de Andrade e Mário de Andrade formam o trio de escritores mais importantes da Primeira Fase Modernista (1922 – 1930). Esta fase é responsável peladivulgação e solidificação desse movimento no Brasil.
Em 1924 publica, às suas expensas, Poesias, que reúne A Cinza das Horas, Carnaval e um novo livro, O Ritmo Dissoluto. Colabora no "Mês Modernista", série de trabalhos de modernistas publicada pelo jornal A Noite, em 1925. Escreve crítica musical para a revista A Idéia Ilustrada. Escreve também sobre música para Ariel, de São Paulo.
Grandescomemorações marcam os cinqüenta anos do poeta, em 1936, entre as quais a publicação de Homenagem a Manuel Bandeira, livro com poemas, estudos críticos e comentários, de autoria dos principais escritores brasileiros. Publica Estrela da Manhã (com papel presenteado por Luís Camilo de Oliveira Neto e contribuição de subscritores) e Crônicas da Província do Brasil.
Recebe o prêmio da SociedadeFilipe de Oliveira por conjunto de obra, em 1937, e publica Poesias Escolhidas e Antologia dos Poetas Brasileiros da Fase Romântica.
No ano seguinte é nomeado professor de literatura do Colégio Pedro II e membro do Conselho Consultivo do Departamento do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional. Publica Antologia dos Poetas Brasileiros da Fase Parnasianae Guia de Ouro Preto.
Começa a fazer críticade artes plásticas em A Manhã, em 1941, no Rio de Janeiro. No ano seguinte é nomeado membro da Sociedade Filipe de Oliveira. Muda-se para o Edifício Maximus, na Praia do Flamengo. Organiza a edição dos Sonetos Completos e Poemas Escolhidos de Antero de Quental.
Manuel Bandeira era um poeta que usava o cotidiano e todas as coisas simples da vida para compor a sua poesia.
No dia 13 de outubrode 1968, às 12 horas e 50 minutos, morre o poeta Manuel Bandeira, no Hospital Samaritano, em Botafogo, sendo sepultado no Mausoléu da Academia Brasileira de Letras, no Cemitério São João Batista.

Principais obras de Manoel Bandeira

Poesia: -
- A Cinza das Horas – Jornal do Comércio – Rio de Janeiro, 1917 (Edição do Autor)
- Carnaval – Rio de janeiro,1919 (Edição do Autor)
- Poesias(acrescida de O Ritmo Dissoluto) – Rio de Janeiro, 1924
- Libertinagem – Rio de Janeiro, 1930 (Edição do Autor)
- Estrela da Manhã – Rio de Janeiro, 1936 (Edição do Autor)
- Poesias Escolhidas – Rio de Janeiro, 1937
- Poesias Completas acrescida de Lira dos cinquent’anos) – Rio de Janeiro, 1940 (Edição do Autor)
- Poemas Traduzidos – Rio de Janeiro, 1945
- Mafuá do Malungo – Barcelona, 1948(Editor João Cabral de Melo Neto)
- Poesias Completas (com Belo Belo) – Rio de Janeiro, 1948

Prosas:
- Crônicas da Província do Brasil – Rio de Janeiro, 1936
- Guia de Ouro Preto, Rio de Janeiro, 1938
- Noções de História das Literaturas - Rio de Janeiro, 1940
- Autoria das Cartas Chilenas – Rio de Janeiro, 1940
- Apresentação da Poesia Brasileira – Rio de Janeiro, 1946
- Literatura...
tracking img