Biografia fernando pessoa

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 4 (846 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 23 de setembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
A história de Fernando Pessoa (nome inteiro: Fernando Antônio Nogueira Pessoa) começa no dia do seu nascimento, em 13 de junho de 1888, em Lisboa (Portugal). Seu pai morreu de tuberculose quando eletinha 5 anos e seu irmão, Jorge, quando ele tinha 6. Em 1895, sua mãe se casou com o cônsul português em Durban (África do Sul), João Miguel Rosa. No ano seguinte, a família se muda para Durban.Fernando Pessoa, então, aprendeu a falar inglês. Já em 1905, ele voltou para Lisboa para se inscrever no Curso Superior de Letras. Torna-se muito culto, lendo Shakespeare, Wordsworth e filósofos gregos ealemães. Tomou contato com a poesia francesa, especialmente a de Baudelaire e leu os poetas portugueses Cesário Verde e Camilo Pessanha. Em 1907, deixou o curso superior e montou uma tipografia que malchegou a funcionar. No ano seguinte, começa a trabalhar como correspondente estrangeiro em casas comerciais, profissão que exerceu até a morte.

Em 1912, Fernando Pessoa iniciou sua colaboraçãona revista A Águia. Por conta desse emprego, iniciou correspondência com Mário de Sá-Carneiro que manda notícias do Cubismo e do Futurismo de Paris. Pessoa escreve, em inglês, o poema Epithalamiun e,em português, o drama O Marinheiro. Vai elaborando o projeto de vários livros e traz um novo movimento: o Paulismo, tudo isso no ano de 1913. No ano seguinte, publica Paúis, sob o título de Impressõesdo Crepúsculo e cria seus heterônimos: Alberto Caeiro, Ricardo Reis e Álvaro de Campos. Fernando Pessoa compõe Ode Triunfal, encaminhando-se para o Sensacionismo (movimento que diz que a sensação é aúnica realidade, que a arte deve ser uma decomposição das sensações, de forma a tornar consciente, no homem, a estrutura da realidade, decomposta de seus vários elementos) e para o Futurismo, sob oheterônimo de Álvaro de Campos. Compõe ainda Chuva Oblíqua (poesia ortonímica), delineando o Interseccionismo.

Em 1915, surge a revista Orpheu, marco do Modernismo em Portugal. O primeiro número,...
tracking img