Biografia de machado de assis

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 7 (1609 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 21 de novembro de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
Biografia de Machado de Assis Nasce no dia 21 de junho de 1839 no Rio de Janeiro, mais precisamente no Morro do Livramento, Joaquim Maria Machado de Assis. Nasceu simplesmente um moleque de morro, franzino e doentio. Era filho de um pintor de paredes, Francisco José de Assis, e de uma lavadeira portuguesa, Maria Leopoldina. Quando ainda pequeno, ficou órfão de mãe, o pai casou-se novamente e amadrasta, Maria Inês, contrariando a lenda, substituiu em cuidados e carinhos a mãe verdadeira e também o pai, que morreu logo depois. Machado cresceu ao lado de Maria Inês, lavadeira e doceira, cujas balas ele vendia na porta dos colégios que não podia freqüentar pois naqueles tempos a escola era um privilégio dos mais afortunados. Depois de aprender as primeiras letras, sozinho e a duras penas,recebeu aulas de Francês e Latim de um padre amigo, Silveira Sarmento; mas foi como autodidata que construiu sua vasta cultura literária, que incluía autores menos lidos como Swift, Sterne e Leopardi. Por esse motivo Machado é considerado hoje o maior exemplo de autodidatismo no Brasil. Tímido e introspectivo, teve uma vida sóbria, comportada, sem grandes travessuras de criança, nem grandesaventuras de rapaz. * 1855 - aos dezesseis anos, publica seu primeiro poema “Ela” na revista Marmota Fluminense. Esse poema só foi publicado porque Paula Brito, dona de uma tipografia e de uma livraria, simpatizou-se com o rapaz e fez dele seu protegido. * 1856 à 1858 - Machado trabalha como tipógrafo, primeiro na Imprensa Oficial e depois na tipografia de Paula Brito. Nessa época conhece um jornalistafamoso, Manuel Antônio de Almeida e outros intelectuais. * 1858 à 1867 - Machado colabora assiduamente em muitos jornais e revistas cariocas como a revista O Espelho e o jornalCorreio Mercantil, publicava contos, crônicas e críticas teatrais. No ano de 1857 ingressa no funcionalismo público, em que sucessivamente teve funções cada vez mais importantes e chegou a ser um funcionário de prestígio. Em64 estréia na poesia com a obra Crisalidas. * 1869 - casa-se com Carolina Augusta Xavier de Novais, irmã do poeta Faustino Xavier, que viera de Portugal para uma viagem cultural pelo Brasil. O casamento que iria durar 35 anos e ser dos mais felizes foi tumultuado, pois os pais de Carolina, portugueses preconceituosos, não queriam a união da filha com um mulato. Carolina viria a dar ao pacato ecaseiro Machado de Assis a companhia ideal em sua fase de produção literária. * 1870 - Machado nos premia com uma intensa atividade literária e com sucessivas publicações: romances, teatros, críticas literárias, poesias como Falenas e contos como Contos Fluminences. * 1871 - Publica seu primeiro romance Ressureição. * 1873 - Publica o conto Histórias da Meia-noite e é nomeado primeiro oficialdaSecretaria de Estado do Ministérioda Agricultura, Comércio e Obras Públicas. * 1874 - Publica seu segundo romance A Mão e a Luva. * 1875 - Publica a poesia Americanas. * 1876 à 1879 - Publica os romances Helena e Iaiá Garcia depois retira-se com sua esposa para Friburgo no RJ, devido ao cansaço e a doença, onde passa a colaborar na Revista Brasileira, fazendo críticas literárias e poemas. * 1880 - édesignado oficial de gabinete na Secretaria da Agricultura. E ainda nesse ano escreve os primeiros capítulos de Memórias póstumas de Brás Cubas.

* 1881 - Machado atinge sua maturidade literária e publica o romance Memórias Póstumas de Brás Cubas. Essa obra vem a ser um marco na história da Literatura Brasileira. * 1882 - aparece Papéis Avulsos, uma seleção de contos maravilhosos. * 1883 -colabora no jornal Gazeta de Notícias com sua seção “Balas de Estalo”. * 1884 - mais uma publicação de contos Histórias semDatas. * 1888 - é agraciado com a Ordem da Rosa por todos os serviços prestados às letras. * 1889 - é nomeado diretor da diretoria do Comércio, na Secretaria da Agricultura. * 1891 - surge a obra Quincas Borba, o mais filosófico romance de Machado de Assis. * 1893 à 1895 - torna-se...
tracking img