Biografia de fhc

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 22 (5306 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 22 de setembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Origem e formação
Descendente de militares revolucionários (do chamado Tenentismo) de 1922 e 1930.

Descende de três gerações de generais: é bisneto do goiano Felicíssimo do Espírito Santo Cardoso, neto de Joaquim Inácio Batista Cardoso e filho Leônidas Cardoso, que foi um dos tenentes de 1930.

O avô materno do General Felicíssimo foi o Capitão-General José Manoel da Silva e Oliveira, queteve grande liderança política em Goiás e no Triângulo Mineiro (na época pertencente a Goiás), por volta de 1800, tendo deixado obras manuscritas sobre as minas de Goiás. O Capitão José Manuel era irmão do fundador de Uberaba Antônio Eustáquio da Silva e Oliveira.

O pai do Capitão-General José Manoel, o Sargento-Mor João da Silva de Oliveira, foi vereador em Ouro Preto na época da Inconfidênciamineira. Essa família veio de Portugal fugindo das perseguições do Caso Távora, e por isso via com bons olhos Dona Maria I que anistiou os Távoras. Também tem origens africanas , uma trisavó dele era negra e uma bisavó era mulata.

Fernando Henrique Cardoso formou-se em Sociologia na antiga Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras da Universidade de São Paulo (USP) e se tornou um estudiosodo marxismo graças à influência de seu professor e amigo, o sociólogo Florestan Fernandes. Além de Marx, teve predileção por Maquiavel, Max Weber, Antonio Gramsci e Alexis de Tocqueville. Na época de estudante, fez parte de um grupo de estudos que se dedicou à leitura e discussão da obra O Capital, de Karl Marx.

Em 1953, casou-se com a antropóloga Ruth Corrêa Leite Cardoso, falecida em 24 dejunho de 2008.

Foi o intérprete das palestras do filósofo francês Jean-Paul Sartre no Brasil, em 1960.

Foi professor de sociologia da USP. Durante o regime militar, esteve exilado no Chile e na França. Em 1968, voltou ao Brasil e assumiu por concurso público a cátedra de Ciência Política da USP, mas foi afastado pelo Decreto-lei 477, o "AI-5 das universidades". Lecionou no Chile, naFrança, Inglaterra e nos Estados Unidos. Na França, acompanhou de perto o movimento deMaio de 1968 iniciado justamente na Universidade que Fernando Henrique lecionava: Universidade de Paris X - Nanterre, em 22 de março de 1968.

Teórico da Teoria da dependência com a publicação do livro Dependência e Desenvolvimento na América Latina, em 1969, em parceria com Enzo Faletto.

Nos anos 70 foi pesquisador e diretordo Centro Brasileiro de Análise e Planejamento (CEBRAP) e se aproximou do Movimento Democrático Brasileiro (MDB), colaborando na reelaboração do programa do partido.

Militância no MDB
FHC estimulou o MDB a moldar-se no Partido Democrata norte-americano, isto é, um partido "omnibus" — em latim, "para todos", ou seja, de uma frente ampla.

Ele pregava que tanto fazendo alianças amplas comorepudiando a luta armada o MDB chegaria ao poder pelo voto.

Em 1978, saiu dos bastidores acadêmicos da política e começa a participar em campanhas políticas pessoalmente. Nesse ano se lança candidato ao Senado por São Paulo mas perde o pleito. Torna-se suplente de Franco Montoro que fora eleito nessa eleição senador da república.

Em 1980, quando se extinguiu o bipartidarismo e autorizou-seo multipartidarismo, FHC filiou-se ao PMDB, partido que era o sucessor natural do antigo MDB. FHC assume uma cadeira no Senado em 1983, quando Montoro renunciou ao mandato de senador para assumir o governo de São Paulo.

Participação no Diretas-já
A partir de 1983, com a posse de 10 governadores de oposição ao governo de João Figueiredo, FHC participa das articulações visando a transição do regimemilitar para a democracia. Torna-se um dos grandes articuladores do "Diretas-já", amplo movimento social e político que revindicava eleições democráticas para presidente já no final do governo do presidente João Figueiredo.

Com prestígio junto a Tancredo Neves e Ulisses Guimarães e trânsito entre os militares e na maçonaria, FHC contribuiu para que não houvesse radicalização política e...
tracking img