Bioetica

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 11 (2651 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 22 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
INTRODUÇÃO
Estética e bioética
A Bioética trata em geral, dos aspectos éticos relacionados à vida nas suas diversidades. Em particular, trata dos problemas éticos originados das ciências biomédicas.
O desenvolvimento tecnológico na área da biomédica implica a renovação das formas de costume no agir e decidir dos envolvidos na área da biomedicina. A discussão e a buscapor atitudes eticamente adequadas na atualidade tem- se dado de forma multidisciplinar dentro da sociedade em geral, fortalecendo a área da Bioética. (Weber, 2011)
A Estética, derivada do grego aístheses= perceber, sentir, é um ramo da filosofia que trata a natureza da beleza. (Wikipédia)
Mas como definir o que torna algo belo? O que torna uma pessoa bonita? Estes padrões mudam com odecorrer do tempo?(Weber, 2011)
Durante toda a História, grandes filósofos tentaram definir o que torna uma coisa bela. Para Platão (428- 347 a.C.) e René Descartes (1596- 1650) o belo seria essencial ao objeto, não dependendo do sujeito que o percebe. Para Aristóteles (384- 322 a.C.) caberia ao homem a busca pelo ideal. Para Hegel (1770- 1831) o belo seria essencial à atividadeespiritual de cada um, assim como na Idade Média a concepção do belo, estava relacionada diretamente a relação com Deus, sendo Tomás de Aquino (1225- 1274) o grande representante desta época. Para David Hume (1711- 1776) o gosto para o belo seria algo que partiria de cada individuo. (Weber, 2011)
Se determinar o que é belo, o que agrada mundialmente sem justificativas exatas, torna- se tãodifícil, porque os padrões de beleza são tão mutáveis?
Faz- se necessária uma reflexão em relação a busca incessante pela beleza perfeita, através de procedimentos médicos, que em alguns casos vem com grandes ricos associados à saúde do paciente que, muitas vezes, são desnecessários. (Weber, 2011)

Dano Estético
Definição de dano estético:
(Lopez, 1999)
A estética tem comoobjetivo o estudo da beleza e suas formas na natureza e na arte.
Definir o que é belo, sempre foi um desafio para os filósofos. O conceito do que é belo, se dá de acordo com as tendências ou verdades de cada filosofia. Podemos atribuir a beleza à verdade moral ou intelectual, ao justo, ao prazer, ao bom, ao útil, e sem duvidas, à harmonia e equilíbrio das formas.
Quando falamos em dano estético,estamos nos referindo à lesão da beleza física. Mas se pensarmos bem, a definição do que é belo, é relativa. Ao observar um prejuízo estético devemos olhar qual foi a modificação sofrida por alguém em relação ao que era antes.
Para Wilson Melo da Silva, o dano estético, não é somente a anomalia causada, mas também qualquer deformidade ou marcas e defeitos mínimos que possam causar o “afeamento” de umindividuo, ou que possa a vir causar constrangimento, desgosto ou exposição ao ridículo.
Para Mario Pogliani, se atribui ao dano estético qualquer mudança de natureza desagradável, não limitada apenas a face, mas sim a qualquer órgão e funções.
René Chapus define como um sentimento de constrangimento, de humilhação ou desgosto, que a vitima prova ao ver feridas e lesões corporais, que prejudicama estética e, sobretudo a harmonia dos traços do corpo. É, portanto, um sentimento de desgraça física.
Para Tereza Ancona Lopez, o dano estético é qualquer modificação duradoura ou permanente na aparência externa pessoal, acarretando o afeamento, causando na vítima humilhações e desgostos, dando origem a uma dor moral.
Analisando o que é o dano estético, em primeiro lugar, dizemos que se tratade qualquer modificação.
Para o Direito Civil, basta que a vítima tenha sofrido qualquer transformação, uma simples cicatriz, marca ou sinal, modificando assim sua aparência para pior, para que se considere um dano estético, podendo-se então, exigir uma indenização.
Já o Direito Penal, define como dano estético características de deformações graves, desfigurando a aparência.
Interessante é...
tracking img