Bilirrubina

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 6 (1291 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 13 de maio de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
Pigmentos hemoglobinógenos: Bilirrubina
(texto de apoio)

BILIRRUBINA
ORIGEM DA BILIRRUBINA NÃO CONJUGADA
A maior parte da bilirrubina (80-85%) provém da degeneração de hemácias velhas (cerca de 0,8% das hemácias são destruídas diariamente). O restante provém de outras proteínas hêmicas (citocromos e mioglobina). No citoplasma dos macrófagos, a hemoglobina é quebrada em globina (proteína) eheme. A globina é digerida em aminoácidos que serão reutilizados. O heme é cindido por ação da enzima heme-oxidase. Perde o ferro e a porfirina tem seu anel tetrapirrólico aberto a nível de uma das pontes de meteno, com liberação de uma molécula de monóxido de carbono (CO). O pigmento que resulta é a biliverdina. Esta sofre ação da enzima biliverdinaredutase e passa a bilirrubina, um pigmentoamarelo. A bilirrubina (na forma não-conjugada, ou indireta) é liberada pelas células do SRE e, sendo pouco hidrossolúvel, circula no plasma ligada à albumina. Esta variedade de bilirrubina é processada para eliminação no fígado.

PAPEL DO FÍGADO
O fígado tem um papel central no metabolismo e excreção da bilirrubina. A bilirrubina não conjugada é captada pelos hepatócitos, que adicionam 2moléculas de ácido glicurônico à bilirrubina por molécula, tornando-a hidrossolúvel. Esta forma, dita conjugada ou direta, é secretada ativamente pelos hepatócitos para o interior dos canalículos biliares existentes entre eles. É a forma encontrada na bile.

FASES DO PROCESSO
O metabolismo hepático da bilirrubina envolve 3 fases: a) captação, b) conjugação e c) excreção. Esta última é o passo limitantee o mais susceptível de falha em caso de doença hepatocítica.

Captação. A bilirrubina é removida da albumina na superfície sinusoidal

dos hepatócitos por um sistema de alta capacidade. Mesmo em condições patológicas, este não é um fator limitante. É um sistema de transporte facilitado que permite equilibrar a concentração de bilirrubina dentro e fora do hepatócito. Como a bilirrubina queentra é logo ligada a proteínas

chamadas ligandinas, a concentração de bilirrubina livre no citoplasma é sempre baixa, de modo que o equilíbrio é favorável à entrada de mais bilirrubina.

Conjugação.

Ocorre no retículo endoplásmico liso do hepatócito, catalizada pela enzima UDP-glicuronil-transferase, em 2 passos, formando primeiro monoglicuronato, depois diglicuronato, que é a formapredominante. A quantidade insuficiente desta enzima no recém-nascido causa a icterícia fisiológica do 2o ao 5o dia após o nascimento (ver abaixo).

Secreção.

É um processo de transporte ativo com consumo energético, e o passo limitante de todo o processo. Ocorre a nível da membrana do hepatócito que constitue a parede dos canalículos biliares. Quando este processo está diminuido, a bilirrubina quecontinua sendo conjugada no citoplasma do hepatócito não pode ser excretada na bile e termina por passar para o sangue, um processo chamado regurgitação. Normalmente, toda bilirrubina excretada na bile está na forma conjugada.

DESTINO FINAL DA BILIRRUBINA
No íleo e intestino grosso, os glicuronatos são removidos por enzimas bacterianas (-glicuronidases), resultando os urobilinogênios, que sãoincolores. Estes são oxidados a compostos corados, as urobilinas ou estercobilinas, que dão cor às fezes. Parte da urobilina reabsorvida nos intestinos (ciclo enterohepático) é excretada na urina, dando-lhe cor amarela.

Lembrar: a secreção da bilirrubina conjugada para o canalículo biliar é o passo limitante no metabolismo

hepático da bilirrubina.

ICTERÍCIA
É a pigmentação da pele,mucosa e esclera ocular pela bilirrubina, em conseqüência de hiperbilirrubinemia. A concentração de bilirrubina no soro é 0,5 a 1,0 mg%, tudo da variedade não conjugada. A icterícia torna-se perceptível a partir de níveis de bilirrubinemia de 2 a 2,5 mg%.

Classificação simples das icterícias:

Icterícia pré-hepática ou hemolítica Icterícia hepática ou por lesão hepatocelular Icterícia...
tracking img