Bibliotecas na alexandria

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 19 (4503 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 22 de maio de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
2 A biblioteca na era digital

Desde as ancestrais bibliotecas de Eblas e de Alexandria, as bibliotecas foram criadas como receptáculo e refúgio de fontes de conhecimento que, durante muito tempo, ficou longe do acesso do cidadão comum, pois, nos primórdios da biblioteca na Europa, era mínima a parcela letrada e capaz de compreender o código escrito. Além disso, havia uma questão de ordempolíticoreligiosa, que alijava o homem do povo do contato com o saber, de maneira que o poder pudesse ser mantido com base na ignorância servil da população. Em finais da Idade Média, já na Renascença, surgiram as primeiras universidades, ainda sob o controle das ordens religiosas, mas já abriam
PUC-Rio - Certificação Digital Nº 0313143/CA

caminho para o domínio laico. Para o mundo cristãoocidental, tal fato representava a possibilidade de transpor o conhecimento - antes basicamente restrito aos religiosos - para outras áreas e aplicações. Como nos primórdios do surgimento das bibliotecas universitárias, ainda hoje obter conhecimento significa obter poder; significa possuir instrumentos que controlem o fluxo de informação e, por sua vez, possuir poder sobre sua distribuição. As primeirascoleções universitárias foram as de Oxford e de Sorbonne que, conta a história, tiveram grandes bibliotecas. Apesar do inicial distanciamento da religião, os ambientes dessas bibliotecas lembravam, em muito, o ambiente dos templos e os livros, geralmente manuscritos, eram presos com longas correntes às estantes (Milanesi, 2002). A livre circulação de informações que testemunhamos, atualmente, nãopoderia sequer ser imaginada pelos letrados daqueles tempos. Ainda que, em uma zona geopolítica e socioeconômica limitada, não se pode negar a expansão da quantidade de conteúdo publicado na internet. Se, no passado, o leitor era mantido em uma posição de receptor passivo da informação filtrada pelo poder, hoje existe a possibilidade de ser esse mesmo leitor um colaborador na criação do conteúdo aser publicado. Apesar de ter sido criada para fins estratégicos militares, foi o potencial econômico da internet que fez com que seu uso fosse estendido à população civil. É certo que, da mesma forma que na Idade Média havia um enorme fosso

A biblioteca na era digital

27

entre um possível leitor e a informação escrita, ainda se assiste a uma enorme desigualdade de acesso a bensfundamentais de grande parte da população mundial. Para significativo contingente populacional, acessar conteúdo de informação via internet é algo tão impensável, e mesmo incompreensível, como era para o camponês medieval penetrar nos átrios de uma biblioteca religiosa. Certamente, ainda há muito a ser feito pelo mundo e pelos habitantes do planeta. Por outro lado, também é inegável a importância que hojeassumem os sistemas de informação tanto para estudos e pesquisa, como para os negócios das grandes corporações. Mas ter acesso a estes sistemas de informação não é tudo. Saber usá-los mostra-se um desafio ainda maior em nossos tempos. Kafure (2005) destaca que uma das maiores queixas dos usuários de sistemas de automação de bibliotecas são as dificuldades em compreender as funcionalidades dainterface, o que contribui para a lentidão na habilidade para recuperar informação e reduz a quantidade de resultados que atendam às necessidades do usuário. Portanto, elaborar e desenvolver sistemas e interfaces
PUC-Rio - Certificação Digital Nº 0313143/CA

que facilitem a experiência do usuário ao buscar por informação que lhe seja necessária é tarefa conjunta de pesquisadores, teóricos eprojetistas. Sejam eles analistas de sistemas, bibliotecários, designers, programadores, arquitetos de informação e, muito especialmente, ergonomistas.

2.1. Breve histórico das bibliotecas
Milanesi (2002) defende que a idéia mais primitiva de uma biblioteca é o resultado do desejo e da necessidade quase instintiva de poder utilizar várias vezes uma informação significativa. Por mais que a tecnologia...
tracking img