Biblia

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1221 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 13 de novembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Vamos expandir a compreensão do que vem a ser domínio próprio. É a capacidade de não amar o mundo, mas em lugar dele, pensar em tudo o que tem virtude e louvor. Ou seja, a mente de quem tem domínio próprio está voltada às coisas que agradam a DEUS. Em consequência, essa é uma mente capaz de obedecer a DEUS e ao mesmo tempo tomar decisões altamente favoráveis a seu dono, com perspectivas de vidaeterna.
O domínio próprio, em primeiro lugar, tem a ver com a capacidade de controlar os pensamentos, ou, com que ocupar os pensamentos. As decisões e os atos vêm depois, são consequência dos pensamentos. Domínio próprio é força mental para julgar os pensamentos e contê-los no que está em conformidade com a Bíblia. É, digamos, a capacidade de, como orienta I João 2:15 e 16, não amar o mundo nem ascoisas que há no mundo. Há três conjuntos de coisas que há no mundo que pessoas de domínio próprio não se envolvem:

1ª) Com a concupiscência da carne;
2ª) com a concupiscência dos olhos;
3ª) com a soberba da vida.

O que são essas três coisas?
A concupiscência da carne é todo conjunto de atrações do mundo que tem a ver com um desejo difícil de conter pelas coisas carnais, tais como:sensualidade; libertinagem; artificializarão (ou produção) do corpo; chamar atenção ao corpo; prostituição; lascívia; exposição indevida do corpo; abusos sobre o corpo; festas mundanas; alimentação prejudicial; anedotas sensuais e coisas do gênero.
A concupiscência dos olhos é tudo o que de prejudicial podemos ver, e que nos pode fazer mal à vida espiritual, tais como: filmes sensuais, violentos etc.;leituras indevidas; ouvir essas coisas; tudo o que atrai para o mundo e que não é compatível com a cidadania celestial, e coisas do gênero.
A soberba da vida tem a ver com orgulho, arrogância, presunção, quem se acha superior, quem quer ser visto com o importante, que menospreza outras pessoas, etc.
Esses três atrativos do mundo chamam atenção a um único foco: a valorização do “eu” acima do quevalem os outros, e acima do que DEUS vale. É submeter DEUS ao “eu”. Nesse caso, o que tem a ver com o corpo e com as coisas carnais, o que existe de atrativo para se ver e a tentação de querer ser mais do que é, como aconteceu com Lúcifer, não se conseguirá conter, e será subjugado pelo que “ele acha ou pensa” ou pelo que “le deseja”. Essa pessoa está na redoma do fracasso.
Com que se envolvemas pessoas que tem domínio próprio? Filipenses 4:8 responde: com tudo o que é:
* Verdadeiro;
* Respeitável;
* Justo;
* Puro;
* Amável;
* De boa fama.
* Se nessas coisas há alguma virtude e nelas existir algum louvor, seja isso que ocupe nos nossos pensamentos.
Os nossos pensamentos devem estar somente ligados a assuntos que tenham essas duas características: ter algumavirtude, que tenha qualidade moral, seja espiritualmente útil; e que contenha algum louvor, que agrade a DEUS, que O deixe feliz.
Isso é domínio próprio. Só se consegue por meio de entrega diária a DEUS, para que O ESPIRITO SANTO ensine e dê poder. Caso contrário, nós, só com boa vontade, somente colecionaremos fracassos. Ter domínio próprio é característica de seres perfeitos, não de seresdegenerados como nós. Mas podemos conseguir se nos entregarmos e tivermos a força de DEUS conosco. Aí tudo é possível.
É um bom tema para se estudar: “como crescer em domínio próprio?” Como esse espaço é pequeno, iremos aprofundar no que a lição sugere. Em primeiro lugar, nos remete a Heb. 12:1: “Portanto, também nós, visto que temos a rodear-nos tão grande nuvem de testemunhas, desembaraçando-nos detodo peso e do pecado que tenazmente nos asse-dia, corramos, com perseverança, a carreira que nos está proposta…”
De que peso está Paulo falando aqui nesse verso? Refere-se a peso supérfluo, que não tem utilidade. Os corredores antigos, nos treinos, levavam pedras nas mãos como peso para se robustecerem, mas na corrida oficial não as levavam. Hoje os especialistas conde-nam tal prática, por ser...
tracking img