Bernadinho

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 7 (1618 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 3 de dezembro de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
Análise de Dados

Bernardo Rocha de Rezende, conhecido como Bernardinho, atualmente o maior campeão da historia do voleibol, acumulando mais de 30 títulos importantes em vinte anos de carreira dirigindo as seleções brasileiras femininas e masculinas. Desde 2001, é o técnico da seleção masculina.
No mesmo momento nos perguntamos qual é o segredo de tanto sucesso?
Bernardinho, com suas novasexperiências e observações colhidas em um cotidiano de transformações, desenvolveu uma Roda de excelência. A proposta era criar um corpo mais ágil, que gira, evolui e dirigi-se a um ponto determinado.
Imaginemos uma roda, ao longo de sua circunferência situam-se os seguintes fundamentos: trabalho em equipe, liderança e motivação.
PLANEJAMENTO
A frente das seleções, Bernardinho sempre pensavanos próximos campeonatos ou até mesmo a um próximo jogo, mas antes, se perguntava como iria chegar ou onde queria chegar.
Independente de ser campeão ou estabelecer um recorde, ele sempre acreditou que através da dedicação e o esforço, poderíamos ser melhor naquilo que fazemos, melhor do que fomos ontem. Pregava-se que enquanto o sucesso é um conceito muito pessoal, de múltiplas definições, aexcelência significava realizar da melhor maneira possível o que se pretende.
TRABALHO EM EQUIPE
Para que essa busca seja bem sucedida era preciso saber trabalhar em equipe. No vôlei, cada jogador tinha o seu papel, porém, sempre dependia de todos. Exemplo: Um atacante sem levantador?Ou um levantador sem um bom passador? E como poderia ter o melhor time cercado de estrelas, entretanto sem umaliderança que faça atuar juntos?
Quando substituiu o técnico Radamés Lattari, Bernardinho fez questão de levar a equipe técnica formada quando atuou no vôlei feminino. Esta equipe se empenhava, fazendo planos, vendo vídeos, tudo com o objetivo em transformá-los em uma equipe vencedora. No começo, houve reclamações sobre a jornada de treinamento. Mas no ano de 2001, veio a compensação através detodas as conquistas deste ano.
Nesses campeonatos, é muito comum a Federação Internacional comunicar os valores dos prêmios em dinheiro o destaque das equipes individuais. Este estimulo na sua visão, era uma forma de desequilibrar o grupo por um incentivo à vaidade, o ego.
Uma maneira de trazer isso como algo positivo, reuniu os jogadores e propôs quem ganhasse o premio individual ficaria com50%, pelo o seu esforço, talento e desempenho. Entretanto, o restante dividiria entre os demais jogadores que o ajudaram a ter essa performance. Todos concordaram, demonstrando não apenas desprendimento, mas solidariedade, companheirismo e o espírito de equipe de que são feitos os grandes vencedores. Um exemplo de consciência coletiva.
Algo que passou a incomodar foi à falta de participação dosjogadores nas reuniões táticas. Mas isso mudou após uma derrota em João Pessoa. Indignado pela má atuação, a noite mostrou o vídeo do jogo e pediu que expressasse as suas opiniões. Nesse dia, houve reclamações sobre sua postura e broncas aparentemente gratuitas. Ao invés de ficar bravo, Bernardinho comemorou, pois temia o silencio e o comodismo, o distanciamento do não envolvimento e da nãocumplicidade. Seria anormal se acontecesse de ganharem “esta tudo bem”, mas, com a derrota esquivar-se, alegando estar limitado a cumprir ordens.
Nesse caso, onde estaria o comprometimento, a verdadeira divisão de responsabilidade? A intenção era desenvolver prioridade. Todos seriam responsáveis pelas a estratégia e pela formulação do projeto, que poderia perder ou ganhar.
“O sucesso tem muitos Pais,mas o fracasso é quase órfão.”
Um grande obstáculo na formação de uma equipe para o Bernardinho é a vaidade sem controle. Egos inflados são os grandes vilões do trabalho em equipe e das relações interpessoais. Certamente causadores de insucesso nas gerações anteriores. Devemos não somente ficar atento com os nossos colaboradores, mas a nos mesmo.
Num jogo, certo que tem um temperamento...
tracking img