Benzeno

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 10 (2487 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 9 de novembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
EXPOSIÇÃO OCUPACIONAL AO BENZENO EM TRABALHADORES DO COMPLEXO PETROQUÍMICO DE CAMAÇARI, BAHIA



RESUMO
O presente trabalho constitui-se em um estudo de prevalência, realizado a partir de dados hematimétricos referentes a 7.356 trabalhadores de nove empresas do Complexo Petroquímico de Camaçari, Bahia. Do total de trabalhadores avaliados, 216 deles (2,9%) apresentaramvalores leucocitários abaixo de 4.000 e/ou número de neutrófilos abaixo de 2.000. Para estes últimos, caracterizou-se evidente exposição ocupacional ao benzeno, sendo que todos foram afastados da exposição e encaminhados para investigação hematológica mais aprofundada. O presente estudo permitiu evidenciar o valor do método de vigilância epidemiológica na inspeção trabalhista dosambientes de trabalho.

PALAVRAS-CHAVES: Exposição a Benzeno, Indústria Petroquímica, Fiscalização Trabalhista, Alterações Hematimétricas Induzidas pelo Benzeno.



OCCUPATIONAL EXPOSURE TO BENZENE IN PETROCHEMICAL COMPLEX OF CAMAÇARI, BAHIA

SUMMARY
The hematimetric evaluation was conducted in 7.356 workers of nine petrochemical enterprises ofCamaçari, Bahia. 216 workers (2,9% of examined workers) to present leukocytes number below 4.000 and/or neutrophiles number below 2.000. For these workers, the occupational exposure to benzene was confirmed. These results reveal the value of epidemiologic vigilance method in medical inspection of Ministry of Labor.

KEY-WORDS: Exposure to Benzene, Petrochemical Plant,Medical Inspection, Benzene Induced Hematimetrics Alterations.


AUTORES:
Carlos Roberto Miranda*
Carlos Roberto Dias*
Luiz Carlos Correia Oliveira*
Paulo Gilvane Lopes Pena*
* Médico do Trabalho da Delegacia Regional do Trabalho no Estado da Bahia(DRT/BA)
EXPOSIÇÃO OCUPACIONAL AO BENZENO EM TRABALHADORES DO COMPLEXO PETROQUÍMICO DE CAMAÇARI, BAHIA


INTRODUÇÃO

Aintoxicação pelo benzeno ou benzenismo é o conjunto de manifestações clínicas e/ou sinais laboratoriais compatíveis com os efeitos da exposição ao benzeno em trabalhadores de empresas que o produzem, transformem, distribuem, manuseiem ou consumam. (1)
O benzeno é um hidrocarboneto cíclico aromático, líquido, incolor, volátil, com odor agradável e altamente inflamável. É produzido,principalmente, pela destilação do petróleo ou na siderurgia (como produto secundário do coque). É utilizado nas indústrias químicas como matéria-prima para fabricação de plásticos e outros compostos orgânicos e, nas indústrias da borracha e de tintas e vernizes como solvente. No setor sucroalcooleiro, o benzeno é utilizado para a produção do álcool anidro. Pode ser encontrado,também, como constituinte de vários derivados de petróleo (aditivo da gasolina em alguns países).
A intoxicação humana pelo benzeno pode ocorrer por três vias de absorção: respiratória (aspiração por vapores), cutânea e digestiva. A via respiratória é a principal, do ponto de vista toxicológico, sendo retido 46% do benzeno inalado. Uma vez absorvido, quase imediatamente é eliminado em50% pelos pulmões. O benzeno que permanece no corpo, distribui-se por vários tecidos. Na intoxicação aguda, a maior parte é retida no sistema nervoso central, enquanto que na intoxicação crônica permanece na medula óssea (40%), no fígado (43%) e nos tecidos gordurosos (10%). Após sua absorção, parte do benzeno distribuído pelo organismo é metabolizado pelos microssomasdo fígado e cerca de 30% é transformado em fenol e em derivados como pirocatecol, hidroquinona e hidroxiquinona, os quais são eliminados pela urina nas primeiras horas até 24 horas após cessada a exposição.(2, 3, 4)
As intoxicações agudas, em geral acidentais e graves, caracterizam-se sobretudo pelos seus efeitos narcóticos (tontura, desmaios, narcose e...
tracking img