Benefícios da prática de actividade física regular

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 3 (685 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 16 de outubro de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
O túnel do túmulo

Foi há uns 10 anos, em 2000, estava eu em Jerusalém para mais um dia de trabalho, trabalho esse que me ocuparia no máximo 8 horas, e que logo depois iria para casa descansar, asnem sempre tudo acontece como esperamos, exemplo esse o daquele dia.
Estava-mos perto do Natal e a cidade encheu-se de turistas, que procuravam ofegantemente por um guia que os levasse a conhecer aCidade Santa.
Um grupo de cinco excursionistas foram procurar na empresa em que eu trabalho pelo melhor guia, e sem querer me gabar fui o escolhido, para aquela viagem que passava por mostrar a cidadee o túmulo de Jesus Cristo além da sua habitação.
Começara-mos por visitar a cidade, passamos pelo mercado, as perguntas não paravam nem que essas não fossem muito inteligentes nem lógicas, aodirigimo-nos para a casa de Jesus senti-me observado algo estranho que nunca me tinha acontecido antes.
Na casa de Jesus, não sei porque mas estavam eufóricos, ok ok é a casa de Jesus mas também nãoexageremos.
Mas continuando, já com cinco horas de excursão, dirigimo-nos para o túmulo, eu já entrara lá milhares de vezes, e aquela não seria a última, pelo menos eu esperava.
Entra-mos e vimo-nosdentro de um amplo espaço criado no meio de rocha com em suporte também ele em pedra ao centro do túmulo.
- Cá está-mos no túmulo em que Jesus Cristo foi supul… - ia dizendo isto quando fuiinterrompido por um estrondo.
Tentem manter a calma na sala, melhore dizendo no túmulo que poderia bem ser o nosso já fica-mos presos dentro dele graças a um monte de pedregulhos.
Outrora Cristo abrira aqueletúmulo como por magia, mas este não seria o caso.
Mas quem faria isto a cinco excursionistas e um guia? Sim quem faria? É que não me parece que tenham caído sozinhos.
Procuramos retirar algumas daspedras com alguma esperança mas de nada serviu, então já sem forças sentamo-nos e eu irritado dei um pontapé a uma pedra que por coincidência das coincidências ou destino acertou numa gravura que...
tracking img