Batalha espiritual

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 173 (43064 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 6 de dezembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
SUMÁRIO
INTRODUÇÃO

4

CAPÍTULO I
Aspectos positivos e negativos da Batalha Espiritual

6

CAPÍTULO II
Discernindo práticas e percepções perigosas

16

CAPÍTULO III
Discernindo principados e potestades

21

CAPÍTULO IV
Discernindo nossas relações com os principados e as potestades

38

CAPÍTULO V
Discernindo as forças históricas na Batalha Espiritual

43

CAPÍTULOVI
Discernindo os três níveis de Batalha Espiritual

48

CAPÍTULO VII
Discernindo os elementos da fe cristã

66

CAPÍTULO VIII
Como estar preparado para vencer principados e potestades

80

CONCLUSÃO

94

-2-

APRESENTAÇÃO
Eu era recém-convertida quando, pela primeira vez, vi uma pessoa possessa. Foi em
1973, em Manaus, na casa de meu sogro. Um homem estava tomado pordemônios, e estes
resistiam, até que, em nome de Jesus, saíram daquele corpo. Eu estava presenciando um tipo
de batalha espiritual, e fiquei tão apavorada e com tanto medo que aquilo entrasse em mim,
pois estava presenciando, de maneira viva, algo que até então era teórico para mim. Fiquei até
com medo de fazer perguntas a respeito, as quais você não precisará ter receio de fazê-las,
uma vez queestão contidas neste livro. Crente fica possesso? Até que ponto o diabo tem
poder sobre as vidas das pessoas? Como reconhecer entidades malignas que a em na
sociedade em que se vive?
A batalha espiritual tem várias facetas, e para mim começou lá no Éden, quando, pela
primeira vez o ser-humano se viu frente a frente com o inimigo. Desde então, batalhas são
enfrentadas a cada dia, até que venha ogrande dia do Senhor, quando Ele mesmo destruirá,
para sempre, os principados e as potestades malignas.
Este livro fala de coisas de que normalmente não gostamos. Fala dos perigos e de
dificuldades; fala de sofrimentos, fala de como algumas vezes acabamos sendo feridos na
batalha; fala da necessidade de uma ação exorcista que redunde em libertação espiritual na
nossa vida, família e sociedade.O que você vai ler neste trabalho foi baseado nas palestras proferidas pelo autor no X
Congresso da VINDE de Pastores e Líderes, em 1994, o qual trouxe um grande alerta a que
não confiemos nas nossas próprias percepções e, muito menos, na nossa própria força
espiritual, prevenindo-nos quanto a não negligenciarmos os fatos histórico-sociais, e nos
desafiando a deixar a acomodação, pois abatalha espiritual não é travada apenas na esfera
sobrenatural. A única maneira de vencê-la é com clamor e ação, em nome de Jesus.
Você nunca mais vai olhar o mundo da mesma maneira após ler este livro.
Que Deus o abençoe, dando-lhe o discernimento necessário para reconhecer o inimigo e
rejeitá-lo, em nome de Jesus.
Boa Leitura!
Alda D’Araújo

-3-

INTRODUÇÃO
“E a vós outros, que estáveismortos pelas vossas transgressões, e pela
incircuncisão da vossa carne, vos deu vida juntamente com ele, perdoando todos os nossos
delitos; tendo cancelado o escrito de dívida, que era contra nós e que constava de
ordenanças, o qual nos era prejudicial, removeu-o inteiramente, encravando-o na cruz; e,
despojando os principados e as potestades, publicamente os expôs ao desprezo, triunfandodeles na cruz.”
(Colossenses 2:13-15)
O discernimento das muitas frentes da guerra espiritual pressupõe a existência de
coisas, na atual reflexão sobre batalha espiritual, que estão sendo ignoradas; ou seja, há outros
aspectos que precisam ser percebidos, detectados, discernidos e incorporados à compreensão
do mundo espiritual.
Pessoalmente, creio que, quando nos propomos a falar sobre BatalhaEspiritual, antes
de mais nada é absolutamente importante - eu diria até mesmo imprescindível - que, de
alguma forma, façamos um rastreamento, um mapeamento de quais foram os movimentos
que caracterizaram a Igreja Evangélica no Brasil nos últimos 20 anos. É fácil para aqueles que
têm memória destes últimos anos terem percebido que houve algumas ênfases nesse período.
Por exemplo, entre os...
tracking img