Bases neurofisiológicas da dependência do tabaco

Páginas: 16 (3893 palavras) Publicado: 21 de setembro de 2011
| | | | |

 
 Bases neurofisiológicas da dependência do tabaco |

Cleopatra S. Planeta1 
Fábio C. Cruz2  |

 
1 Laboratório de Neuropsicofarmacologia do Departamento de Princípios Ativos e Naturais da Faculdade de Ciências Farmacêuticas, Universidade Estadual Paulista, Araraquara.
2 Programa de Pós-Graduação em Ciências Fisiológicas Universidade Federal de São Carlos.Endereçopara correspondência:Profa Dra. Cleopatra da Silva Planeta. Departamento de Princípios a Ativos Naturais e Toxicologia da Faculdade de Ciências Farmacêuticas, Rodovia Araraquara/Jaú, Km 01 – 14801-902 – Araraquara – SP. 
Tel. (12) 3301 6981; fax: (16) 222 0073; e-mail: cplaneta@fcfar.unesp.br |

 
 Resumo |

 
A maioria dos estudos pré-clínicos e clínicos aponta a nicotina como o principalagente responsável pelo desenvolvimento da dependência ao tabaco. Muitos trabalhos têm demonstrado que as bases neurais da dependência à nicotina são semelhantes àquelas das outras drogas de abuso. A nicotina induz preferência condicionada por lugar e auto-administração e, portanto, atua como reforçador positivo, esse efeito parece ser mediado pelo sistema dopaminérgico mesolímbico. A nicotinatambém induz à sensibilização comportamental que é provavelmente resultante de alterações da expressão gênica do núcleo acumbens induzidas pela exposição prolongada a essa substância. A suspensão do uso de nicotina resulta em síndrome de abstinência. As evidências indicam que esses sinais e sintomas sejam mediados por receptores colinérgicos nicotínicos centrais e periféricos. Outrosneurotransmissores, como por exemplo a serotonina e os peptídeos opióides, também podem estar envolvidos na mediação da dependência e síndrome de abstinência à nicotina. A revisão da literatura mostra a complexidade dos efeitos da nicotina no organismo. A integração entre as abordagens comportamental, neuroquímica e molecular possibilitará a compreensão dos mecanismos neurais da dependência ao tabaco e fornecerá asbases para o desenvolvimento racional de agentes terapêuticos que possam ser utilizados para o tratamento da dependência e síndrome de abstinência ao tabaco.

Palavras-chave: Nicotina, tabaco, dependência, síndrome de abstinência. |

 
 
 Introdução |

Estima-se que aproximadamente um terço da população brasileira adulta fume, sendo aproximadamente 11 milhões de mulheres e 16 milhões dehomens. O maior número de fumantes está concentrado na faixa etária dos 20 aos 49 anos (Instituto Nacional do Câncer, 2003).

A severidade da dependência ao tabaco é evidenciada por estimativas que revelam que, nos Estados Unidos, 80% dos fumantes regulares manifestam o desejo de parar de fumar, desses apenas 35% tentam de fato e menos de 5% são bem-sucedidos e abandonam o tabaco sem ajudaespecializada. Outra observação relevante é o fato de que enquanto existem muitos usuários ocasionais de álcool e cocaína, isso não é observado entre os usuários de tabaco que, de modo geral, desenvolvem dependência (O’Brien, 2001).

A fumaça do cigarro contém mais de quatro mil substâncias químicas, muitas das quais podem contribuir para os efeitos reforçadores do tabaco. Contudo, a maioria dosestudos pré-clínicos e clínicos demonstra que a nicotina é o principal agente responsável pelo desenvolvimento da dependência ao tabaco (Stolerman e Jarvis, 1995).

A nicotina exerce sua ação farmacológica ligandose a receptores colinérgicos nicotínicos (nAchR). Esses receptores são pentâmeros compostos por diferentes combinações de cadeias de polipeptídios, denominadas a e ß e estão presentes nosgânglios autonômicos, junção neuromuscular e sistema nervoso central (SNC). Diferentes combinações dessas subunidades estão dispostas na membrana celular formando um canal iônico. A ligação da nicotina com esses receptores promove alterações conformacionais e abertura desses canais, promovendo o influxo de cátions (Na+ e Ca2+). No SNC, a nicotina exerce seus efeitos interagindo com nAchRs...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Base neurofisiologica
  • Bases neurofisiologicas do equilibrio corporal
  • Tabaco
  • tabaco
  • tabaco
  • Tabaco
  • Tabaco
  • O tabaco

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!