Baseado na apostila e no artigo de bresser pereira, administração pública gerencial: estratégia e estrutura para um novo estado, discuta a influência das três formas de administração pública no brasil (patrimonialista,

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 2 (447 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 10 de fevereiro de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
Fazer sobre a influencia das três formas de administração pública no Brasil é muito importante porque uma é conseqüência da outra e todos fortalecem o resultado que temos hoje. Elas são aadministração Pública Patrimonialista, administração Pública Burocrática e administração Pública Gerencial.
A administração pública Patrimonialista estava presente nas sociedades pré-capitalistas e ela atendiaaos interesses da classe dominante, ou seja, dava plenos poderes sobre bens públicos e também ao exercício do poder. Assim, nas sociedades pré-democráticas, aparece a administração pública burocráticaque é uma proposta para combater a corrupção e o nepotismo do modelo anterior. Ela apresenta os seguintes princípios: os da impessoalidade, do formalismo, da hierarquia funcional, também estãopresentes as idéias de carreira pública e a profissionalização do servidor. Como conseqüência, o Estado acaba fecho, volto exclusivamente para os seus próprios interesses e perde sua função essencial que éservir a coletividade. Podemos observar que uma das características desta administração é a efetividade no controle dos abusos por parte dos gestores, porém seu defeito é a ineficiência, aauto-referência, a incapacidade de voltar-se para o serviço a coletividade.
A mudança da administração burocrática para a administração gerencial foi fortemente influenciada pela necessidade da qualidade dosserviços prestados e também na necessidade de uma postura gerencial por parte do governo. O texto apresentou um parágrafo que diz:

“A administração pública gerencial emergiu, na segunda metade desteséculo, como resposta à crise do Estado; como modo de enfrentar a crise fiscal; como estratégia para reduzir custos e tornar mais eficiente à administração dos imensos serviços que cabem ao Estado; ecomo um instrumento para proteger o patrimônio público contra os interesses do rent-seeking ou da corrupção aberta. Mais especificamente, desde os anos 60 ou, pelo menos, desde o início da década...
tracking img