Barroco

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 14 (3304 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 16 de novembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
O Barroco nas construções jesuíticas do Sul.
Entre os séculos XVII e XVIII desenvolveu-se no sul do Brasil uma arte associada à catequese que os padres jesuítas realizavam com os indígenas. Desse período destaca-se a igreja de São Miguel das Missões, da qual ainda restam alguns elementos arquitetônicos. Organizadas pelos jesuítas as missões ou reduções indígenas eram agrupamentos de construções:igreja, colégio, oficinas, enfermarias, cemitério, habitações dos padres e da população nativa (os Guaranis). A região missioneira abrangia parte dos atuais estados do Rio Grande do Sul, Paraná e Mato Grosso do Sul, além de terras do Paraguai e Argentina. Diferentemente da arquitetura do século XVIII nas demais regiões do país, as construções jesuíticas do sul, concebidas por construtores deorigem europeia, muitas vezes misturaram elementos da arquitetura romântica e barroca.A igreja de São Miguel abriga hoje o museu das missões, que reúne fragmentos arquitetônicos e escultura da época. Em 1983, a UNESCO deu as ruínas de São Miguel o título de Patrimônio Histórico e Cultural da Humanidade.
O ciclo da cana leva o Barroco a Pernambuco e Paraíba.
No século XVIII, Recife conheceu um grandecrescimento econômico, pois foi sede, a partir de 1759 da Companhia Comercial de Pernambuco e Paraíba, empresa que promoveu a produção e comercialização do açúcar, tabaco, algodão e da madeira de lei.O crescimento econômico fez de Recife um importante centro de negócios e provocou o desenvolvimento da cidade. São dessa época as construções barrocas mais cuidadas, que ainda hoje testemunham operíodo de riqueza da capital pernambucana. A igreja de São Pedro dos Clérigos cujas obras começaram em 1728, segundo projeto de Manuel Ferreira Jácome, mas só foram concluídas em 1782 apresenta externa e internamente alguns aspectos arquitetônicos que chamam a atenção do estudioso da arquitetura colonial brasileira. Externamente sobressai a portada barroca trabalhada em pedra e verticalidade doedifício, incomum nas igrejas brasileiras do século XVIII. Internamente destacam-se o púlpito, os altares entalhados em pedra e o teto pintado por João de Deus Sepúlveda, considerado o maior o pintor pernambucano do século XVIII.
Em João Pessoa, capital do estado da Paraíba, encontra-se o convento franciscano de Santo Antônio. Este conjunto é formado pela igreja, pelo convento e pela capela da OrdemTerceira. A partir das extremidades da fachada da igreja se abrem dois muros divergentes revestidos de azulejos; esses muros delimitam um espaçoso adro, em cuja entrada há um cruzeiro típico das construções franciscanas.Esse cruzeiro, com sua base piramidal e bulbosa, harmoniza-se com o coroamento da torre da igreja. Por sua vez a perspectiva criada pelos muros divergentes dá grande destaque aotemplo.
Internamente, essa igreja possui uma ampla nave que se comunica com a capela da Ordem Terceira. Essa capela é inteiramente revestida de talha dourada e pinturas. Porém, o que mais chama a atenção do visitante é a pintura do teto da nave central, pelo exagero dos efeitos de ilusão de óptica que cria. Ela dá ao espectador uma visão de perspectiva, simulando um espaço arquitetônico. Ésurpreendente, por exemplo, a sensação que o observador tem de que os bispos estão sentados no parapeito de um balcão, embora a pintura seja realizada no plano.
Com o ciclo do ouro o Barroco chega ao Rio de Janeiro.
Até o princípio do século XVIII, o Rio de Janeiro era uma cidade sem grande expressão econômica e cultural no país, embora já possuísse construções como o mosteiro de São Bento, o convento deSanto Antônio e o Colégio dos Jesuítas.A partir do século XVIII, com os trabalhos de extração do ouro em Minas Gerais, o Rio de Janeiro acaba se transformando, por causa de seu porto, no centro de intercâmbio comercial entre a região da mineração e Portugal. Esse fato determinou um desenvolvimento tal para a cidade que a fez tornar-se a nova capital do país em 1763.
No século XVIII, ocorreu um...
tracking img