Barroco

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 2 (257 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 5 de junho de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
LICENCIATURA EM LETRAS PORTUGUÊS/InglÊs

ACADÊMICO

DISCIPLINA:
Literatura portuguesa

Rio Branco, 09 de novembro de 2011.TEMA:

Trabalho de Licenciatura em Letras Portugues/Inglês, apresentado à Faculdade Interativa COC, como requisito parcial para a obtenção de média bimestral nadisciplina de Literatura portuguesa.

Tutor Orientador : Daniele Souza

Curso: Letras | |
Curso: Letras | |
Disciplina: Literatura Portuguesa | |
Professor: LuísFernando Bulhões Figueira | |
ATIVIDADE AVALIATIVA – Unidade 2 | |

Esta atividade deverá ser entregue a seu tutor até dia 09 de novembro de 2011.

Leia abaixo osoneto de Camões e explique por que o poema pode ser considerado um prenúncio da literatura barroca.

Tanto de meu estado me acho incerto,
que em vivo ardor tremendo estou defrio;
sem causa, juntamente choro e rio,
o mundo todo abarco e nada aperto.

É tudo quanto sinto, um desconcerto;
da alma um fogo me sai, da vista um rio;
agoraespero, agora desconfio,
agora desvario, agora acerto.

Estando em terra, chego ao Céu voando,
num'hora acho mil anos, e é de jeito
que em mil anos não posso achar ü'hora.Se me pergunta alguém porque assim ando,
respondo que não sei; porém suspeito
que só porque vos vi, minha Senhora.

Podemos observar claramente neste soneto de Camões aestética barroca, vemos a angústia causada pela confusão de sentimentos. Está também presente neste soneto a antítese, quando ele diz, por exemplo, “em vivo ardor tremendoestou de frio”, e o paradoxo “o mundo todo abarco e nada aperto”. É por essas características que podemos considerar esse soneto de Camões um prenúncio da literatura barroca.
tracking img