Barroco brasileiro

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 6 (1487 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 5 de março de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
Barroco Brasileiro

O Barroco no Brasil foi um modo de se produzir arte apenas de forma adaptada, pois sua produção literal no século XVII era insignificante. A literatura barrica meramente espelhou a literatura portuguesa, salvo pouquíssimas exceções. Caracterizada por expressar a angustia e a agonia de um homem dividido entre razão e fé, entre religiosidade e desejos materiais, aliteratura barroca busca o não objetivo, o inconsistente. O Barroco abusou das figuras de linguagens, como:
* Antíteses; que refletem a contradição do homem Barroco, seu dualismo.
* Metáforas; que revelam a semelhança subjetiva que o poeta descobre na realidade e a tentativa de apreendê-las pelos sentidos.
* Hipérboles; que traduzem a pompa, a grandiosidade do Barroco.
* e a Utilizaçãofrequente de Interrogações, que revelam a incerteza e a inconstância.
Tais figuras produzem uma linguagem rebuscada e ambígua, que representam contradições daquele tempo.
Há duas correntes Barrocas em literaturas:
1. Cultismo: estilo marcado pelo rebuscamento formal que abusa de antíteses, paradoxos, hipérboles, jogos de palavras, ordem inversa. Essa tendência é também chamada degongorismo, devido a influencia do poeta espanhol Luís de Gôngora.
2. Conceptismo: estilo desenvolvido sobretudo na prosa, preocupado em expor ideias e conceitos por meio do raciocínio lógico.
O Barroco caracterizou-se por ser a somatória da literatura Renascentista e da Medieval, ou seja, a produção literária barroca possuía ao mesmo tempo características racionais (renascentista) e cristãs(medievais). O artista barroco está permanentemente dividido entre corpo e espírito. Esses contrastes refletiam no conteúdo literário barroco.

No Barroco literário destacam-se:

Bento Teixeira (1565-1600)

Muitos dados biográficos de Bento Teixeira são obscuros, inclusive seu nome completo, seus pais, data e local de nascimento. Sabe-se que era cristão-novo e deve ter vindo muitojovem para o Brasil. Estudou no Colégio da Bahia, onde também ensinou. Por ter assassinado a esposa, fugiu para Pernambuco e passou a trabalhar como mestre-escola.
Foi acusado de práticas judaizantes e preso em Olinda, em 1594. Processado pela Inquisição foi mandado para Lisboa, em 1595, para julgamento. Confessou e foi condenado à prisão perpétua, em 1599. Morreu em 1600, pouco depois de renegaro judaísmo e ser solto.
Bento Teixeira foi escritor de apenas um poema: "Prosopopeia", publicado um ano após sua morte. É uma obra encomiástica, ou seja, em homenagem ou louvação ao donatário da capitania de Pernambuco, Jorge de Albuquerque Coelho. O autor precisava assegurar a simpatia e a aprovação das autoridades, pois era fugitivo. Deste modo, elogia a administração do donatário, querealmente prosperou, devido ao investimento no plantio de cana-de-açúcar
A importância de "Prosopopeia" está mais no fato de ser a poesia inaugural do nativismo grandiloquente do Brasil, do que propriamente pelo valor literário. É um pequeno poema épico (94 estrofes), escrito em oitavas heroicas, semelhante ao épico Camoniano, Os Lusíadas.
Mesmo sendo tão português e repleto de mitologiagreco-romana, parte do assunto é brasileiro, pois há a "Descrição do Recife de Pernambuco", inclusive explicando o nome indígena da Capitania; a contemplação de "Olinda florescente" e de "Olinda celebrada", por Duarte Coelho, seu fundador, além, é claro, dos próprios feitos do homenageado.

Soneto: Prosopopeia

Cadeira quebrada,
Coitada, não serve mais de acento...
E fica num canto jogada,Maltratada ao relento...

Cadeira quebrada,
Que não se junta mais a mesa,
Mas espera ser reformada,
Com a nobre mão inglesa...

Para depois ser pintada,
Devidamente laqueada,
Com a cor do marfim...

E ha quem esperava um devido fim,
Termina assim essa odisseia,
Da cadeira e sua prosopopeia...·.

Padre Antônio Vieira (1608-1697)

Vieira nasceu em Lisboa, em 1608. Com sete anos vem...
tracking img