Barroco brasileiro

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 6 (1437 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 14 de maio de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Sumário

1 – Introdução
2 – Contexto Histórico
2.1 – Características
2.2 - Principais autores, principais obras
3. - Conclusão
4 - Referências Bibliográficas



































1-Introdução


Barroco, período que sucedeu o Renascimento, do final do século XVI ao final do século XVII,estendendo-se a todas as manifestações culturais e artísticas européias e latino-americanas. O barroco foi anunciado pelo maneirismo e se extinguiu no rococó, um barroco exagerado e exuberante, considerado por muitos críticos a decadência do movimento.

Sob o ponto de vista estético, o barroco revela a busca da novidade e da surpresa; o gosto pela dificuldade, vinculado com a idéia de quese nada é estável tudo deve ser decifrado; a tendência ao artifício e ao engenho; a noção de que no inacabado reside o ideal supremo de uma obra artística. A literatura barroca se caracteriza pelo uso da linguagem dramática expressa no exagero de hipérboles, metáforas, anacolutos e antíteses (ver Figuras de linguagem).[1]























2-Contexto Histórico


Otermo Barroco é usado para designar o estilo que, partindo das artes plásticas, teve seu apogeu literário no século XVII, prolongando-se até meados do século XVIII.
Devido a razões essencialmente didáticas, costuma-se delimitar este movimento, no Brasil, entre 1601 e 1768:
• 1601:publicação de Prosopopéia, de Bento Teixeira pinto;
• 1768:publicação das Obras poéticas, de Cáudio Manuelda Costa, que assinala o início do Arcadismo no Brasil.

• A Reforma
Da Idade Média até o Renascimento, a igreja exerceu destacada ação política, social e econômica.
Isto fez com que alguns dos seus elementos – ou que nela se infiltraram não por motivos puramente religiosos, mas pelo desejo de participar do status alcançado através da atuação clerical – vivessem como senhores nobresou como pecadores contumazes, contrariando os ideais de humildade e simplicidade de doutrina cristã.
Esta situação propiciou uma cisão no seio da Igreja, concretizada pela Reforma Protestante de Martinho Lutero, iniciada em 1517, seguida da adesão de João Calvino, em 1532.
Os reformadores, Lutero na Alemanha e Calvino na França, reivindicaram a reaproximação da igreja do espíritocristianismo primitivo. Calvino difunde a idéia de que todos os fiéis podem ter acesso ao sacerdócio, inclusive as mulheres. Abole a hierarquia e institui os pastores como ministros das igrejas, aos quais é permitido o casamento.
Calvino prega a teoria da predestinação, afirmando que Deus concede a salvação a poucos eleitos e que o homem deve buscar o lucro por meio do trabalho e da vida regrada,identificando a ética protestante com incipiente capitalismo e tornando-a atraente.

• A Contra Reforma
Com o objetivo de eliminar os abusos que haviam afastado tantos fiéis e permitindo o êxito dos reformistas em alguns países, a Igreja organizou a Contra Reforma.Para tanto, foi convocado o Concílio de Trento(1545-1563), que deveria objetivar o estabelecimento da disciplina do clero e areafirmação dos dogmas e crenças católicos.
A partir do Concílio de Trento, cria-se a Congregação do Índex, para censurar livros contrários à doutrina católica (Index Librorum Prohibitorum), e a Inquisição é reorganizada para o julgamento de cristãos, hereges e de judeus acusados de não seguirem a doutrina da igreja, estabelecendo-se a tortura e a pena de morte.
A tentativa deconciliar o espiritualismo medieval e o humanismo renascentista resultou numa tensão entre forças opostas:o teocentrismo e o antropocentrismo. A procura da conciliação ou do equilíbrio entre ambas equivale à procura de uma síntese que, em resumo, é o próprio estilo Barroco.






2.1-Características




1. Culto do contraste: o dualismo barroco coloca em contraste a matéria e o espírito,...
tracking img