Barracas e seu impacto ambiental

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 9 (2239 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 19 de maio de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
Índice

Pag.

Introdução 2

Cuidados a Ter Pelos Proprietários de Barracas, Para Evitar Contaminaçoës. 4

O lixo e os Impactos Ambientais Causadas Pelas Barracas 8

Conclusão 9

Introdução

Barraca é um estabelecimento destinado ao preparo e comércio de refeições. Sao servidastambém bebidas, alcoólicas ou não.
Construidas na sua maioria de luandos, chapas de zinco, e nos piores casos de cartao de papel. Muitas delas nao dispoe de uma porta de entrada, outras, a entrada e coberta por uma cortina.

São excelentes produtoras de lixo, águas residuais e ruido, contribundo grandemente em contaminações ambientais e, alimentares.
Maior parte delas não dispoe de WC, o que leva a seusutentes, a procurarem locais ao relento para suas necessidades.
Nao possui água corrente, a água é armazenada em recipientes que pouco se sabe da sua origem, chegando as vezes à sêr imprópia para o consumo.

A comida e confeccionada ao ar livre, em alguns casos, em locais impróprios, proximo de lixeiras, charcos, campos abertos onde as condicoes de higiene sao precárias.

Procuram a estesservíços, todos aqueles que querem ter uma refeição, um pouco mais barata com relação aos restaurantes, outros deslocam-se p’ra estes locais talvez porque procuram grandes abientes festívos, e outros para passarem um final de semana longe de casa, e quiça beber alguns copitos.

A proprietária pouco se importa com as tolhas que usa em seu establecimento, apresentando-se nao muito limpa. A loiça e talheres,sao simplesmente passadas por água, em vez de serem lavados com água e sabão e em agua límpa, sendo nestes casos grande potêncial de contaminações.

A barraca pode ter varios funcionarios, a dona do establecimento, e alguns ajudantes. Os funcionários nao cumprem com as normas de higiene necessarias para atendimento ao público.
O establecimento em si apresenta muito pouca condicoes pracomercializacao de refeições.
 
A gastrónomia é variadissima, oferece, pratos como as famosas chopas, calafates, cacussos, calulu, funje de milho e bombô, muambas de dendem e de ginguba, mufete, kizaca, fumbua, feijao de olho de palma, cozido, à carne fresca e seca, choco grelhado, o churrasco com batatas fritas, entre outros pratos da gastronomia angolana.

As barracas , produzem muito lixo. O lixonão é armazenado correctamente, e em muitas situações formar-se mesmo motanhas de lixo, em frente destes establecimentos. Maior parte destes nao possui WC, os cliente urinão mesmo em volta do establecimento, logo, a urina contamina o ambiente circundante do establecimento.

Os alimentos confeccionados sao intoxicados constantemente. Os metodos de acenderem os fugareiros, nao são adequados, osfugareiros, produzem muita fumança, que de certa forma é nocívo ao meio ambiente. As grelhas não são proprias p’ra assar carnes ou peixe, elas as vezes sao fabricadas com taboeres, com origens desconhecida.
Sao potênciais produtores de ruído, vindas de aparelhagens de son.
É de notar obviamente escesso de moscas nestes establecimentos, que são potênciais de transmissão de doenças.

[pic]As pessoas que procuram estes establecimentos nao têm a mínima noção do perigo. Pois podem contrair doenças desconhecidas provocadas por intoxicação alimentar.

Nao existe rigor na compra dos produtos p’ra cofeccão dos alimentos. Os produtos são adulterados e falsificados. As carnes, peixes, fuba, os legumes, são adiquiridos em locais improprios, a onde é impossivel um controlo sanitário, emlocais proximo de lixeiras ( no meio da poluição), charcos, locais com fumanças, etc. O óleo de soja ou mesmo o de palma, são comprados a retalho em recipientes tambem nao apropiados, garrafas de gasosas, cerveja, água mineral, apanhadas no lixo e lavadas em charcos.
Os produtos para confecão dos alimentos são comercializados em locais improprios, muitas vezes no lixo, no chão, nunca se...
tracking img