Bandeira

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 10 (2310 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 3 de fevereiro de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
AVALIAÇÃO DE LÍNGUA PORTUGUESA

Uma geração sonhadora, mas também realista.

Os jovens brasileiros têm fé em seu potencial de mudar o mundo. Nada menos que 58% deles acreditam, e muito, nesse ideal – é o que mostra uma pesquisa recém-concluída com 3 500 pessoas de 15 a 24 anos de 198 cidades. (...) Os dados, contudo, revelam que as mudanças almejadas pelo jovem de hoje são diferentesdaquelas pelas quais as gerações passadas lutaram.
Enquanto seus pais queriam revolucionar a política e os costumes, a juventude de agora já não precisa combater a ditadura nem se sente sufocada pela família. (...) Seriam esses sinais de que se trata de uma geração conservadora? Os pesquisadores discordam.
“Os rebeldes de todas as épocas são uma minoria. Se fosse feita uma comparação com a média dosjovens de épocas passadas, descobriríamos provavelmente que os de hoje têm a cabeça mais aberta”, diz o cientista político Gustavo Venturi, coordenador da pesquisa. O que se pode afirmar com certeza é que se está diante de uma geração que trocou a utopia pelo pragmatismo. Os jovens não são mais arrebatados por grandes questões de ordem, na linha capitalismo versus comunismo ou rebeldia versuscaretice. De olho no futuro, estão mais interessados naquilo que pode afetar sua felicidade de forma concreta. Não à toa, acham que a educação é muito importante. E preocupam-se com os fatores que podem ameaçar seus sonhos: a violência, da qual são as maiores vítimas, e o desemprego, capaz de minar a conquista da autonomia.
(VEJA/Jovens – Edição especial, jun/2004)
1- Identifique a alternativa quecontém apenas as palavras-chave do texto.
a) Desemprego – mudanças – futuro – interesses.
b) Futuro – Brasil – comunismo – rebeldia.
c) Jovens – Brasil – futuro – interesses.
d) Jovens – violência – cidades – pesquisa.
e) Pais – cientista – Brasil – capitalismo.

Vou-me Embora pra Pasárgada
Manuel Bandeira

Vou-me embora pra Pasárgada
Lá sou amigo do rei
Látenho a mulher que eu quero
Na cama que escolherei
 
Vou-me embora pra Pasárgada
Vou-me embora pra Pasárgada
Aqui eu não sou feliz
Lá a existência é uma aventura
De tal modo inconseqüente
Que Joana a Louca de Espanha
Rainha e falsa demente
Vem a ser contraparente
Da nora que nunca tive

E como farei ginástica
Andarei de bicicleta
Montarei em burro brabo
Subirei no pau-de-sebo
Tomareibanhos de mar!
E quando estiver cansado
Deito na beira do rio
Mando chamar a mãe-d'água
Pra me contar as histórias
Que no tempo de eu menino
Rosa vinha me contar
Vou-me embora pra Pasárgada

Em Pasárgada tem tudo
É outra civilização
Tem um processo seguro
De impedir a concepção
Tem telefone automático
Tem alcalóide à vontade
Tem prostitutas bonitas
Para a gente namorar
 
E quandoeu estiver mais triste
Mas triste de não ter jeito
Quando de noite me der
Vontade de me matar
— Lá sou amigo do rei —
Terei a mulher que eu quero
Na cama que escolherei
Vou-me embora pra Pasárgada.

Texto extraído do livro "Bandeira a Vida Inteira", ditora Alumbramento – Rio de Janeiro, 1986, pág. 90
2- Lembre-se do que falamos a respeito de Manuel Bandeira em nossas aulas e escrevatudo o que você entendeu e sentiu com a leitura do poema._____________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________

Leia este trecho do poema de Manuel bandeira e responda as questões de 2 e 3.

|Trem de ferro...
tracking img