Banco de dados

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 6 (1492 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 27 de outubro de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
Introdução e motivação

SGBD XML Nativo

Consultas em SGBDs XML

Prática

Bancos de dados XML
Conceitos e linguagens de consulta

Sidney Roberto de Sousa
MC536 - Bancos de Dados: Teoria e prática Material base: W3Schools XPath and XQuery Tutorial http://www.w3schools.com/Xpath/ http://www.w3schools.com/xquery/default.asp

22/05/2009

1 / 33

Introdução e motivação

SGBD XMLNativo

Consultas em SGBDs XML

Prática

Persistência XML

XML: linguagem de marcação de dados, utilizada para troca, compartilhamento e armazenamento de dados XML não persistente: existe em algum momento em memória -> troca de dados dinâmica entre aplicações XML persistente: pode existir de duas maneiras:
Documento XML: arquivo em disco Banco de dados XML: coleção de dados em XML

2 /33

Introdução e motivação

SGBD XML Nativo

Consultas em SGBDs XML

Prática

Bancos de dados XML

Software de persistência de dados que permite o armazenamento de dados no formato XML Dois tipos de banco de dados XML:
Com suporte a XML XML nativo

3 / 33

Introdução e motivação

SGBD XML Nativo

Consultas em SGBDs XML

Prática

Bancos de dados com suporte a XML

Mapeiatodo XML para um banco de dados tradicional -> e.g., BD relacional Aceita XML como entrada Renderiza XML como saída O próprio banco de dados faz esta conversão Ex: Postgre possui suporte a XML (biblioteca interna de manipulação XML)

4 / 33

Introdução e motivação

SGBD XML Nativo

Consultas em SGBDs XML

Prática

Bancos de dados XML nativos

Modelo interno depende de XML Possuidocumentos XML como unidade de armazenamento Apesar disso, tais documentos podem não estar armazenados necessariamente como texto! Podem utilizar a mesma estrutura física de armazenamento de BD’s relacionais ou orientados a objeto Por quê? Tempo de resposta na consulta Hoje vamos focar em banco de dados XML nativos

5 / 33

Introdução e motivação

SGBD XML Nativo

Consultas em SGBDs XMLPrática

Mas enfim, por que usar um banco de dados XML?

Razão mais convincente:
Aumento de fluxo de dados entre bancos de dados tradicionais e documentos XML nos sistemas de informação atuais!

Maior eficiência (e facilidade) para converter e armazenar dados em XML

6 / 33

Introdução e motivação

SGBD XML Nativo

Consultas em SGBDs XML

Prática

Analogia: SGBD tradicionalModelo de dados: MER Unidade de armazenamento lógica: tabela Estruturas de dados ou formatos proprietários (e.g., arquivos comprimidos e indexados) Coleção de dados: banco de dados

7 / 33

Introdução e motivação

SGBD XML Nativo

Consultas em SGBDs XML

Prática

Analogia: SGBD XML

Modelo de dados para o documento XML -> e.g., XPath (lembram da árvore e seus nós?) Unidade dearmazenamento lógica: documento XML Estruturas de dados, formatos proprietários (e.g., arquivos comprimidos e indexados) ou arquivos de texto Coleção de dados: a maioria oferece grupos de documentos XML, chamados coleções

8 / 33

Introdução e motivação

SGBD XML Nativo

Consultas em SGBDs XML

Prática

Manipulação de dados

Inserção: cada SGBD possui seu conjunto de instruções (pontonegativo...) Consulta: grande maioria suporta XPath Exportação: formato XML, porém a maioria suporta Extensible Stylesheet Language Transformations - XSLT (permite output em XML, plain text, HTML, PDF, etc)

9 / 33

Introdução e motivação

SGBD XML Nativo

Consultas em SGBDs XML

Prática

XPath

Linguagem básica para consulta em XML Permite projeção e seleção sob nós XML Limitação:necessita que o fragmento XML (persistente ou não) seja previamente carregado Só possibilita exportação em XML

10 / 33

Introdução e motivação

SGBD XML Nativo

Consultas em SGBDs XML

Prática

XQuery

Basicamente XPath extendido É para o XML o que o SQL é para as tabelas de bancos de dados Desenvolvido para consultar dados em XML Não apenas documentos em XML, mas qualquer coisa que se...
tracking img