Banco de dados relacioal - conceitos

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 17 (4115 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 8 de agosto de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Palestra Técnica em DB2(BD)
Autor: Sebastião Elton Meira

Palestra Técnica em DB2(BD)
DBMS RELACIONAL •QUANDO UM DBMS PODE SER CONSIDERADO RELACIONAL ?? .Independência dos Dados .Estrutura Tabular .Operadores de Tabelas .Uniformidade e Integridade dos Dados.

Palestra Técnica em DB2(BD)
DB2 é um DBMS Relacional
SISTEMA DE GERENCIA DE BANCO DE DADOS •Integridade e Segurança de Dados •Recuperaçãoe Reinicio Integrados •Definição Dinâmica •Operação Contínua

Modelo de Dados Relacional - Os dados vistos como tabelas - Projeto mais fácil

Linguagem SQL - Definição Manipulação e Controle de dados

Palestra Técnica em DB2(BD)
Data Base Tablespace 1 Indice 1 Tabela 1 Tablespace 2 Indice 2 Tabela 2 View -X Objetos DB2

Storage Group A

Storage Group B

Palestra Técnica em DB2(BD)
•DATABASEConjunto de tabelas, índices e tablespaces agrupados sob um critério administrativo. •TABLE (Tabelas) Conjunto de linhas com as mesmas colunas. Representam uma entidade de um modelo entidade-relacionamento. •TABLESPACE Conjunto de datasets VSAM LDS(Linear Data Sets) que contem de uma ou mais tabelas. Suas paginas podem ser de 4K ou 32K. Existem três tipos de tablespaces: •SIMPLES As páginas de seusdata sets podem conter dados de uma ou mais tabelas.

Palestra Técnica em DB2(BD)
•SEGMENTADO É dividido em segmentos que são constituído de 4 a 64 páginas e sempre múltiplos de 4. Cada segmento só pode conter dados de uma tabela. •PARTICIONADO Recomendado para tabelas gigantes. Pode ser dividido em até 64 partições. Cada partição pode ter no máximo 4Gbytes. Requer um índice CLUSTER que serve defiltro para determinar a distribuição das linhas entre as partições. •ÍNDICE Utilizado para agilizar a leitura de dados ou para garantir a unicidade dos dados. Existem três tipos de índices: •UNIQUE •CLUSTER •NORMAL

Palestra Técnica em DB2(BD)
•VIEW

É uma tabela lógica que é um subconjunto de uma ou mais tabelas. Sua utilização m nada difere com a de uma tabela. Conforme o caso uma View pode sersomente para leitura

•STORAGE GROUP É um conjunto de volumes(discos) onde estarão os tablespaces e índices. Os discos devem ser do mesmo device type. A utilização do Storage Group nos poupa ca codificação do AMS de VSAM para definir os data sets de um tablespace.

Palestra Técnica em DB2(BD)
•SYNONYM (Sinônimo) É um nome alternativo(Apelido) para uma tabela ou uma VIEW. Uma vez criado, a suautilização é restrita a um AUTH-ID e válido a nível de um subsistema DB2. •ALIAS É um nome alternativo(Apelido) para uma tabela ou VIEW. Um alias é de uso compartilhado ao contrario do SYNONYM. É utilizado mais como apelido para uma tabela remota e é válido a nível de um subsistema DB2.

Palestra Técnica em DB2(BD)
Modelo E R DB2

Palestra Técnica em DB2(BD)
RELACIONAMENTO
Chave Primária Matr 419003 Nome Maria Carlos Depto A00 Z13 Chave Estrangeira EMPR Carlos Trabalha na Reserva Operador Relacional DeptoCod Z13 A00 DeptoNome Reserva Vendas DEPT

Notas:

Palestra Técnica em DB2(BD)
INTEGRIDADE DE REFERENCIA

Integridade Referencial
DEPT
(Parent)

EMPR

(Dependet)

Matr 419 003 :

Nome Maria Carlos :

Depto A00 Z13 :

Dcod A00 V75 Z13 :

Dnome Vendas Contabilidade Reserva :

IntegridadeReferencial

Palestra Técnica em DB2(BD)
Na eliminação de uma linha da tabela mãe, podem ocorrer situações conforme a regra de deleção estabelecida pela chave estrangeira. •CASCADE : Regra onde todas as linhas dependentes são eliminadas juntamente com a mãe. •SET NULL: Regra onde todas as chaves estrangeiras das linhas dependentes são atualizadas com valor nulo após a eliminação da mãe. •RESTRICT:Regra onde a eliminação da linha mãe é impedida. Neste caso somente as linhas que não são mães podem ser eliminadas.

Palestra Técnica em DB2(BD)
LINGUAGEM SQL Linguagem SQL

SQL

SQL

STRUCTURED QUERY LANGUAGE

SELECT UPDATE DELETE INSERT

CREATE ALTER DROP

GRANT REVOKE COMMIT ROLLBACK

DML

DDL

CONTROL

Palestra Técnica em DB2(BD)
Instrução Select
INSTRUÇÃO SELECT • Não é procedural •...
tracking img